Mais de 1200 automobilistas julgados por condução ilegal em Luanda


No primeiro semestre, o tribunal provincial de Luanda condenou a condução em estado de álcool, 1.238 motoristas, entre eles 1.222 homens e 16 mulheres, com uma penas de 60 a 90 dias de prisão, convertidas em multas fixadas no valor de 96 mil e os 206.160 kwanzas.

Mais de 1200 automobilistas julgados por condução ilegal em Luanda

A informação foi avançada ao Jornal de Angola, pelo comandante da unidade de transito de Luanda, Superintendente-Chefe Roque Silva, nesta quinta-feira (09), que os 1.238 julgados ficaram inibidos de conduzir, 136 automobilista, no período de 30 a 2.010 dias, composto por 308 indivíduos, o outro grupo de motoristas de 308 foi julgado por tentativa de suborno a agentes reguladores de trânsito, a condenação é de 20 a 90 dias de prisão as suas penas se resumem em 42 mil e 104 mil kwanzas.

Os automobilistas com a percentagem de álcool no organismo maior de 0,6 e menor de 0,8 foram impedidos de conduzir 12 horas de acordo com o código de estrade Artigo 54º, e obrigados a pagar um valor de 11 mil kwanzas  consistente a multa. Aqueles que a porção for mais de 0,8 e 1,2 gramas serão encaminhado de imediato para o tribunal para as tomadas decisões necessárias.

Já em casos de acidentes os motoristas serão submetidos a teste de alcoolemia através do uso do barométrico, que tem ajudando muito na diminuição dos acidentes rodoviários.

 

Por: Manuela Hália


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *