Jovem finge ter deficiência física para ter acesso a Shoprite e deixa angolanos indignados


249 partilhas

De acordo com um vídeo que circula nas redes sociais, um jovem identificado por Lukeny fingiu ser portador de deficiência física diante do segurança e de várias pessoas que cumpriam bicha na porta de uma das lojas do supermercado Shoprite, em Luanda, atitude que deixou vários angolanos indignados e revoltados com o comportamento do mesmo considerando ser uma falta de educação e respeito com os deficientes. 

No vídeo pode-se ver o jovem diante da porta do supermercado Shoprite, de calção jeans, camisa cinza, chinelos e chapéu na cabeça, inclinando-se com uma das mãos sobre a perna direita a convencer o segurança de que é um portador de deficiência física e que podia ter acesso a loja sem cumprir a bicha para aceder o estabelecimento.

Publicidade

Tudo parece divertido para uns mas para outros não. Nas redes sociais, internautas de vários pontos da cidade capital e não só, mostram-se indignados e revoltados com o comportamento de Lukeny.

“Isso é falta de educação e respeito ao próximo. Debochar de pessoas especiais onde eu vivo isso é crime da cadeia”, disse um internauta. “Manos, enquanto isso for engraçado continuaremos a sofrer com os problemas que nós próprios causamos! Num momento tão crítico como este uma atitude dessa não é aceitável”, acrescentou outro que viu outros internautas a rirem-se do comportamento do jovem.

Em outro comentário, um internauta lamentou a atitude do jovem, tendo outro reforçado que é ainda mais lamentável acharem graça, uma vez que é muito triste ver jovens de classe média alta, a estudarem em melhores colégios e terem comportamento do género.

“Angola brinca com tudo e todo. Atitude lamentável”, lamentou. “Isto não é motivo para acharmos graça, isto é motivo para ficarmos triste, estes são os jovens da classe média alta que estudam nos melhores colégios de Angola e que viajam pelo mundo a fora, está é a educação que recebem dos seus pais, triste mesmo ver um jovem com este comportamento”, acrescentou outro.

Já outro comentário, de uma mãe e dona de casa afirmou que se fosse um de seus filhos de certeza que a esta hora estaria de castigo sem direito a telemóvel e outras coisas, pois não admite brincadeiras do género.

“Se eu vi-se meu filho a fazer isso com certeza que estaria de castigo uns bons meses, tirava-lhe o telemóvel, cortava já a mesada, por fazer uma brincadeira de mau gosto com quem encontra-se numa condição física não favorável. Eu em minha casa não permito que meus filhos brinquem mal com os outros”, disse uma mãe.

Por outro lado, um internauta realça ser triste ver crianças a fazerem brincadeira do género, ao recordar que tem familiares que vivem verdadeiramente nestas condições físicas.

“Isso é uma autêntica falta de respeito, compaixão e amor ao próximo. Triste ver crianças a fazerem brincadeira do género com outros, imaginem só a tristeza dos seus pais que enquanto o mandavam comprar comida para casa e ele na porta da loja com os amigos a fazer essa brinca ao fingir algo que não é. Até lagrimejei, tenho parentes nestas condições físicas”, escreveu.

Deficiência física é nada mais que complicações que levam à limitação da mobilidade e da coordenação geral, podendo também afectar a fala do ser humano, em diferentes graus. As suas causas variam desde lesões neurológicas e neuromusculares até má-formação congênita ou condições adquiridas, como hidrocefalia ou paralisia cerebral.

Veja o video abaixo:

 

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

249 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *