Jovem angolana conquista 20 valores na defesa de mestrado em Portugal


Jovem angolana, Débora Rossana Costa de Almeida, foi recentemente distinguida em Portugal com a nota máxima de 20 valores, na defesa de mestrado no curso de Arquitetura. 

Pensado e construído num centro cultural situado na cidade de Odivelas, em Lisboa, a jovem desenvolveu um bairro multicultural que também se definiria como segregado com espaço público para equipamentos qualificados para apartamentos, que em termos programáticos, é um centro cultural multifuncional e Inter-geracional que promoveria a interação entre diferentes grupos sociais. Já em termos de arquitetura, o projeto de Débora visa a criação de uma transição entre cidades e espaços verdes.

Publicidade

Ao ser distinguida com a classificação máxima de 20 valores na defesa da tese de mestrado pela faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, na opção de mestrado integrado em arquitetura, Débora Costa torna-se um motivo de orgulho para os angolanos e serve de inspiração para a camada jovem.

Pelo seu feito, a jovem que nasceu em Cabo-Verde e cresceu em Angola, está a ser aplaudida em Portugal, e no resto do mundo.