INAGBE está trabalhar na regularização do pagamento dos subsídios de bolsas de estudos


63 partilhas

O Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo (INAGBE) garantiu nesta sexta-feira (20), que está a trabalhar para a regularização imediata do pagamento dos subsídios de bolsas de estudo aos estudantes no exterior do país.

INAGBE está trabalhar na regularização do pagamento dos subsídios de bolsas de estudos
Foto: Angop Arquivo

De acordo com a nota de imprensa do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI), em reacção a notícias divulgadas em alguns órgãos de informação e nas redes sociais relativamente às dificuldades financeiras enfrentadas pelos estudantes bolseiros angolanos no exterior, o Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) avança que a actual situação decorre da crise económica e financeira que o país atravessa e escassez de divisa, razão pela qual o INAGBE está a envidar esforços em articulação com os parceiros directos em matéria de transferências de valores.

Unitel Estrelas ao Palco 2019

Avança que a situação está a ser acautelada pelo Ministério das Finanças, o Banco Nacional de Angola (BNA) e o Banco de poupança e Crédito (BPC).

O MESCTI reafirma o seu empenho em solucionar rapidamente este problema, lamentando os constrangimentos causados.

Relativamente aos estudantes bolseiros na Universidade da Beira Interior, na Covihão, o sector de Apoio aos Estudantes em Portugal, tem mantido um contacto directo no sentido de honrar os compromissos no âmbito das bolsas de estudo.

O INAGBE tem programada um vídeo conferência via Web com os estudantes para ouvir as suas inquietações e elucidá-los sobre a crise financeira que o país enfrenta e sobretudo o que o MESCTI tem feito para cumprir com as suas obrigações.

Em Maio último, a ministra Maria do Rosário Sambo havia anunciado a suspensão temporária da atribuição de novas bolsas de estudos externas no ano lectivo 2018 devido as dificuldades financeiras resultantes da crise económica do país.

O INAGBE tem estudantes em 29 países, estando sob controlo 5.598 bolseiros externos, dos 30.308 estudantes angolanos que beneficiam de bolsas.

O país com maior número de bolseiros é Cuba, com 2.556 estudantes, seguido da Rússia e depois a Argélia.

A atribuição de bolsas de estudos internas e externas é uma das medidas do Executivo para que haja maior um número de estudantes no ensino superior, principalmente aos que têm maior dificuldade financeira.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

63 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *