Governo quer saber quais são os documentos mais difíceis de serem tratados


O Governo angolano pretende nos próximos dias lançar uma auscultação online para entender as dificuldades que os cidadãos têm enfrentado para tratar um documento. O inquérito sobre o projecto de simplificação de documentos na administração pública em Angola começa a 1 de Outubro próximo a partir de uma plataforma digital.

Segundo o ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida em declarações a imprensa no final da reunião da Comissão Interministerial para a Reforma do Estado, a referida plataforma os utentes vão expor as suas opiniões sobre os serviços públicos e a dinâmica dos procedimentos na administração pública. Referiu que a ideia é ter a percepção do cidadão sobre os actos da administração pública.

Publicidade

“Vamos adoptar um conjunto de medidas para perceber do cidadão que medidas devem ser adoptadas, quais são os documentos mais difíceis de serem tratados”, disse a propósito o governante no final da reunião presidida pelo Chefe de Estado angolano, João Lourenço.

Entre as medidas de percepção a adoptar, no quadro do inquérito, Adão de Almeida considera fundamental saber-se, também, quais as burocracias desnecessárias, para mais facilmente encontrar-se soluções.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *