Governo quer acabar com cartão de eleitor até 2027; Votos apenas com BI


O Governo angolano quer descontinuar o cartão de eleitor até 2027, permitindo votar apenas com o Bilhete de Identidade, anunciou esta terça-feira (7) de Setembro, o ministro da Administração do Território, no lançamento do Balcão Único de Atendimento ao Público (BUAP).

Marcy Lopes, que hoje apresentou o BUAP, principal elemento do processo de registo eleitoral oficioso, aos membros do corpo diplomático acreditado em Angola, adiantou que o BUAP será instalado nos municípios e permitirá a inscrição de todos os cidadãos que tenham 18 anos, ou perfaçam esta idade até 31 dezembro de 2022.

Publicidade

“Não será feito registo eleitoral presencial com emissão de cartão de eleitor, a não ser em casos excepcionais, de zonas onde não há serviços de emissão do Bilhete de Identidade (BI)”, indicou, acrescentando que, para que seja constituído o ficheiro informativo dos cidadãos, a ser remetido à Comissão Nacional Eleitoral, é necessário que estes possam vir à administração pública dizer que existem e onde residem.

Quanto ao registo eleitoral no exterior, será feito de modo presencial nas missões diplomáticas e consulares existentes no estrangeiro, não sendo emitidos também cartões de eleitor neste caso.

“A ideia é descontinuar o cartão de eleitor até 2027, permitindo que possam exercer o seu direito de voto apenas com o Bilhete de Identidade, disse o ministro.

Lusa


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *