Funcionários do Tribunal Supremo fazem greve de uma semana para reajustes financeiros


Os funcionários do Tribunal Supremo (TS) começaram nesta quinta-feira (17) de Dezembro, uma greve geral com a periodicidade de uma semana, a fim de se melhorar as condições do ambiente de trabalho e reajustar os salários. 

A greve irá de 17 à 24 de Dezembro e inclui 80% dos funcionários técnicos. O principal objectivo da greve é exigir “a equiparação do salário-base, subsídios e regalias dos juízes-conselheiros e demais funcionários do Tribunal Supremo às do Tribunal Constitucional, pagamento do subídio de saúde e alimentação, progresso na carreira e formação”, de acordo informou o coordenador da comissão sindical do órgão, Domingos Feca.

Publicidade

Domingos Feca, disse ainda, em entrevista à Angop, que os técnicos têm vindo a fazer reclamações das condições de trabalho desde 2014. Segundo o mesmo, os técnicos do Tribunal Supremo têm um salário igual ao dos funcionários dos tribunais provinciais, o que para si é um “paradoxo”.

“Os funcionários do Tribunal Supremo são os que mais trabalham entre os funcionários dos tribunais superiores, mas são os que menos ganham”, concluiu.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *