Filho acusa pai de feitiçaria e mata-o por não prosperar financeiramente


Um jovem de 32 anos matou o seu próprio pai, de 62 anos, com golpes feitos na região craniana, usando um objecto de madeira, sob alegação do progenitor ter recorrido ao uso de práticas de feitiçaria e, consequentemente impedido a sua prosperidade financeira. 

O facto de ter uma idade avançada e não ter êxitos financeiros, fizeram com que o acusado deduzisse que haviam forças ocultas, arquitetadas pelo pai, por traz do seu insucesso,

Publicidade

Na quinta-feira (07) de Janeiro, a vítima, que era ancião, foi abordada pelo filho com a acusação de feitiçaria e o facto de ter negado o uso de tais práticas, resultou na agressão e consequente morte.

A vítima chegou a ser socorrida para o hospital local, mas não resistiu e perdeu a vida depois de 24h. O presumível autor do crime já se encontra à contas com o Serviço de Investigação Criminal (SIC).


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *