Presidente da República retira “superpoderes” da Sonangol e cria ANPG


915 partilhas

O Presidente da República João Lourenço, determinou nesta quarta-feira (15), a criação da Agência Nacional de Petróleos e Gás (ANPG), pondo termo ao monopólio da empresa petrolífera angolana Sonangol, cujo objetivo passa a focar-se unicamente no setor dos hidrocarbonetos.

Presidente da República retira "superpoderes" da Sonangol e cria ANPGJoão Lourenço, assinou um decreto para a criação da Comissão Instaladora da Agência Nacional de Petróleos e Gás (ANPG) que tem como atribuições, entre outras, a criação de condições necessárias e imprescindíveis à entrada em funcionamento do referido organismo, através da definição, em detalhe, das etapas da sua implementação.

A comissão é coordenada pelo director nacional de Petróleos, Amadeu de Azevedo, integrando, respectivamente, José de Abreu, coordenador-adjunto, César Pedro, Belarmino Chitangueleca, Mário Lourenço, Gerson dos Santos e Natacha Monteiro Massano.

Num outro decreto, o Presidente ordenou a criação de uma Comissão Interministerial de Acompanhamento do Reajustamento da Organização do Sector Petrolífero, coordenada pelo ministro dos Recurso Minerais e Petróleos.

A comissão vai vigorar até ao dia 31 de Dezembro de 2020 e apresentará relatórios trimestrais das actividades desenvolvidas ao Presidente da República, segundo uma nota de imprensa enviada à Angop pela Casa Civil.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

915 partilhas

Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. REFINARIA DE LUANDA – CARTA ABERTA
    CLIMA ORGANIZACIONAL PESSIMO
    Meia dúzia de trabalhadores incompetentes têm estado a influenciar tomadas de decisões, minando negativamente o bom ambiente de trabalho, enviando cartas anonimais baseando-se em calúnias e difamações infundadas prejudicando os demais.
    O grupo de malfeitores é constituído por : Roberto Graça; Kutchi Francisco; Filomena Cunha; António Pedro Gomes; Jordão da segurança empresarial (portador das mensagens ) e dona Ticha e outros.
    Dr. Saturnino,
    É importante pôr-se um fim a estes indivíduos que visam apenas desestabilizar o ambiente de trabalho, orientar o Sr. PCE ( Joaquim Fernandes) a atuar com profissionalismo, usando as ferramentas de gestão ao seu dispor e não deixar-se influenciar por estes indivíduos improdutivos, bajuladores e sem o mínimo de ética profissional.
    A nomeação do Sr. Francisco Faustino para o cargo de chefe de departamento de desenvolvimento e processo tecnológicos ( DPT) constitui uma verdadeira demonstração de puro nepotismo, pois o mesmo não pertence a área e nem entende nada da matéria, existem na área outros Engenheiros com competência revelada, facto que tem provocado um grande descontentamento no seio dos refinadores.
    Dr. Saturnino,
    O crimonoso Kuchi Francisco é o pior “engenheiro” de processo da refinaria, por isso foi transferido para uma actividade auxiliar na Central cicclo combinado -CCRL, investimento que custou cerca de 250.000.000 Euros, mas encontra-se avariado há mais de 1 ano por negligencia do kuchi, ele faz do cicclo sua propriedade, não partilha e não aceita opinões, ninguem quer trabalhar com ele por ser altamente prigoso e feiticeiro, mesmo apercebendo-se de operações erradas os colegas preferem omitir prejudicando a empresa, custos de reparação avaliados em 10.000.000 Euros.
    O Senhor kuchi e o seu grupo comamdam qualquer PCE ( inexperiente) da Refinaria, basta subir um PCE novo infernizam o mesmo com falsas informações e os inocentes actuam, exonerando os trabalhadores dedicados sem uma sindicancia para apurar a veracidade dos factos , promovendo a fofoca e a baixa produtividade ( gestão do Joaquim Fernandes ).
    Os caluniadores Kutchi Francisco, António Gomes e Filomena Cunha,Roberto Graça querem ser chefes de departamentos do Ciclo combinado e das expedições ….. a qualquer preço, enquanto isso não acontecer lamentavelmente não haverá clima para trabalhar na refinaria e poderá resultar num tremendo desastre, com mortes a mistura.
    Dr. Saturnino,
    Como é possível o Sr. Francisco Faustino ser nomeado, de uma área em que mal sabia os processos para o departamento de desenvolvimento e processo tecnollogico sem o aval do seu Director e nem do então Administrador (uma das vitimas do grupo criminoso), quando existe na refinaria chefes de Departamentos e de Turno a interinarem há mais de um ano sem qualquer nomeação, tudo por ser amigo do Administrador ISAAC Rosário e do Joaquim Fernandes !
    Os trabalhadores da refinaria estão indignados com o silencia da alta direcção, mas ninguem é superior a verdade .
    Dr. Saturnino,
    A paragem da refinaria é coisa séria e deve ser gerida por quem entende do negócio, a nomeação do Sr. Francisco Faustino para coordenar os trabalhos da paragem é um acto de muita falta de responsabilidade de quem o indicou, põe em perigo a vida das pessoas e a continuidade do negócio, por manifesta falta de conhecimento de uma actividade meramente técnica. Existe na refinaria profissionais seniores com experiência de paragens para assumirem esta responsabilidade e não recorrer a um individuo aventureiro por ser amigo dos administradores.
    Está em causa a vida dos trabalhadores, queremos mudanças com urgência.
    Dr. Saturnino,
    Como é que o Sr. Francisco vai avaliar os trabalhos desenvolvidos durante a paragem geral se ele não entende nada e está rodeado de colaboradores incompetentes como a Filomena Cunha outros.
    Somos de opinião que se deve apostar mais nos chefes de turno e nos reformados experientes da refinaria. A juventude que dirigi a fabrica não tem experiência para a paragem geral de uma refinaria onde estarão envolvidos cerca de 1300 pessoas.
    Dr. Saturnino,
    A comissão executiva liderada pelo Joaquim Fernandes apoderou-se sem vergonha de 6 carrinhas Toyota cabine duplo, 8 Toyota Fortuner, todos novas , pertencentes a refinaria, para benefício próprio, prejudicando claramente os processos de refinação, verdadeiros gatunos.
    Um dos carros foi entregue ao sr. Francisco Faustino sem qualquer criterio,os principais destinatarios viram navios, porque a empresa é do Joaquim Fernandes e do Francisco Faustico.
    As areas operacionais e chefes de turnos estão sem viaturas há mais de 8 anos.

    DEVOLVAM O PATRIMONIO DA REFINARIA POR FAVOR,GATUNOS…

    Dr. Saturnino,
    A comissão executiva ficou na prática reduzida a três, Joaquim Fernandes, Germano Sacavumbi e Amelia Vandunem. Infelizmente a Dra. Ana Françony foi coada das decisões do grupo e o Eng André é novo.
    Coitado do secretário Esteves, foi a primeira vítima do sistema.
    Meus senhores;
    Pretende-se com a mais recente nomeação do Sr. Eng André, relançar o espirito de refinação, mas é importante deixar o homem trabalhar sem interferência de quem não entende de refinação.
    Corrigir o que está mal e melhorar o que está bem é o nosso lema. Pois perde-se muito tempo com acusações alimentadas pela gestão do sr. Joaquim Fernandes.
    Próximos capítulos……….. Mais revelações, o grupo tende a crescer, novos nomes serão identificados na proxima edição.
    Viva Presidente João Lourenço