BNI esclarece mal-entendido veiculado pela Tv Zimbo


77 partilhas

O Banco de Negócios Internacional, (BNI), apôs ter o conhecimento, da notícia tornada pública, através do jornal da Tv Zimbo, sobre o caso da alegada “Burla à Tailandesa”, dando conta de que o caso levará ao Tribunal o PCA da sua instituição, o que deu origem à diversas interpretações pondo em causa o seu bom nome, exarou uma nota onde esclarece aos meios de comunicação social e ao público em geral de que “Mário Palhares estará na qualidade de declarante e não como arguido”.

 

BNI esclarece mal-entendido veiculado pela Tv Zimbo
No documento em que o AngoRussia teve acesso, a instituição bancária, disse ainda que ao Ministério Público, importa esclarecer que a intervenção do seu PCA, Mário Palhares não mais não é do que o cumprimento do dever de cooperação com a justiça.
“O PCA do BNI, Dr. Mário Palhares estará na qualidade de declarante e não como arguido na Audiência de Julgamento, a ter lugar no próximo dia 17 de Janeiro de 2019, pelas 09h00, na Sala de Audiências do Tribunal Supremo, conforme notificação do dia 18 de Dezembro do corrente ano”, pode ler-se no documento.
 “Tal como já havia sido noticiado, a intervenção do BNI no processo, decorre do cumprimento do deveres de diligência tendo em conta as melhores práticas previstas na Lei 34/11 de 12 de Dezembro de 2011 — Lei do Combate ao Branqueamento de Capitais e do Financiamento ao Terrorismo, e demais legislação aplicável, uma vez que procedeu a comunicação à UIF- Unidade de Informação Financeira, de uma operação suspeita relacionada com a apresentação de um cheque para efeitos de autenticação e certificação, por via do sistema de compensação internacional SW/FT”, conforme a nota.
Por: Benedito Lurdes


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

77 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *