Covid-19 pode acabar em 2022, diz CEO da Moderna


Em declarações ao jornal suíço “Neue Zuercher Zeitung”, o presidente executivo da Moderna, Stéphane Bancel, prevê que com o aumento da produção de vacinas pelas farmacêuticas será possível acabar com a Covid-19 em um ano.

“Se olhar para a expansão da capacidade de produção em toda a indústria nos últimos seis meses, doses suficientes devem estar disponíveis até meados do próximo ano para que todos neste planeta possam ser vacinados. Doses de reforço também devem ser possíveis na medida necessária”, afirmou.

Publicidade

O CEO da farmacêutica acrescentou ainda que, em breve, as vacinas também estarão disponíveis até para as crianças, mas alerta dos possíveis riscos ao não se vacinar.

“Quem não se vacinar vai se imunizar naturalmente, porque a variante Delta é muito contagiosa. Dessa forma, vamos acabar numa situação parecida com a da gripe. Pode vacinar-se e passar bem o inverno. Ou não faz isso, corre o risco de ficar doente e, possivelmente, até acabar no hospital”, sublinhou.

Ainda questionado se na sua opinião tal significa um retorno ‘normal’ no segundo semestre do próximo ano, Stéphane referiu-se que talvez tal aconteça daqui a um ano.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *