Chuva provoca um morto e mais de 6 mil residências inundadas em Luanda


Em consequência das chuvas que têm caído em Luanda, vários são os danos que a população enfrenta, e os dados apontam para um morto e seis mil e novecentas e 32 casas ficaram inundadas informou na passada quinta-feira, à imprensa, fonte do Serviço Provincial de Protecção Civil e Bombeiros. 

Captura de ecrã 2016-02-12, às 20.03.01

De acordo com o comandante do SPPCB, comissário bombeiro José Caculo, em declarações no final de uma reunião, orientada pelo governador Francisco Higino Lopes Carneiro, 10 famílias ficaram desabrigadas, 23 residências sem cobertura, duas igrejas, quatro esquadras policiais, 20 postos médicos e 70 moradias em via de desabamento.

Deu a conhecer que a vítima mortal aconteceu no bairro da Boavista, distrito urbano do Sambizanga, município de Luanda. Os municípios mais afectados foram Viana, Belas e Cacuaco.

Publicidade

Informou que as famílias, vítimas da calamidade, estão já a ser assistidas pelas autoridades competentes, tendo salientando que não existem motivos para grandes preocupações.

Apelou aos munícipes a estarem tranquilos e impedirem as crianças de circularem em charcos de água, bem como evitarem encostar em postos eléctricos.

Na ocasião, afirmou que o governador orientou para que haja mais evidência nos esforços, no sentido de em conjunto com os munícipes se minimizar os estragos provocados.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAMET) prevê chuvas para as próximas horas em Luanda.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!