Cemitério do Camama encerra portas e famílias ficam impedidas de realizar funeral dos entes queridos


Aconteceu nesta segunda-feira, 03 de Maio, por volta das 14 horas 8 famílias estiveram impedidas de realizar o funeral dos seus entes queridos, no cemitério do Camama, sob alegação de terem chegado fora do horário estabelecido para as cerimónias fúnebres, em função do novo decreto presidencial. 

Desde o período acima referido até as 18h00, 8 urnas estiveram dispostas ao chão em frente ao portão do referido cemitério,  com os seus familiares a espera da abertura do recinto para a realização das cerimónias. Alguns familiares recorreram ao programa televisivo “Fala Angola” a fim de resolver a situação e fazer chegar o assunto ao porta voz ou responsável da Instituição.

Publicidade

Segundo fez saber um dos responsáveis das realizações de funerais no cemitério do Camama, o cemitério tem um horário para encerrar segundo as leis estabelecidas pelo novo decreto presidencial do estado de calamidade, em função da pandemia, e os familiares que lá estavam não chegaram dentro do horário predefinido. O mesmo frisou ainda que algumas famílias ali presentes encontravam-se com os funerais destinados para o cemitério do Benfica.

Para o controle da situação os funerais foram realizados as 18:30 no cemitério.

 

 

Por: Anicia Gamboa


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *