Arguidos do Caso Lussaty começam a ser ouvidos em tribunal


Os arguidos da conhecida “Operação Caranguejo”, ligada ao Major Pedro Lussaty, começam a ser ouvidos hoje, 11 de janeiro, em tribunal, em um processo de instrução contraditória, cujo objectivo é a classificação dos aspectos da acusação do Ministério Público.

Pedro Lussaty, que acabou por dar nome ao caso com grande impacto social, foi detido em Maio de 2021, quando tentava sair do país com uma bagagem contendo milhões de dólares, euros e kwanzas. O Major estava ligado a Presidência da República, pois fazia parte do quadro de funcionários da banda musical.

Publicidade

O caso desencadeou uma investigação que levou a apreensão de bens imobiliários e outros com destaque para carros de luxo no país e no exterior, alegadamente adquiridos com dinheiro conseguido através de esquemas criminosos.

Os 51 arguidos entre militares e civis são acusados de crimes de peculato, branqueamento de capitais e entre outros, de associação criminosa. Pedro Lussaty, foi chefe das finanças da Banda Musical da Presidência da República.

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *