Arábia Saudita constrói cidade maior que Washigton no deserto


Está a ser construída uma megacidade que pretende mudar o paradigma económico e social da Arábia Saudita. Chama-se King Abdullah Economic City e será maior que Washingston DC.

Arábia Saudita

A Arábia Saudita está a completar a construção de uma megacidade em pleno deserto. Chama-se King Abdullah Economic City, também conhecida como KAEC, e, quando estiver construída poderá acolher aproximadamente 2 milhões de residentes. Será maior que Washington DC.

Publicidade

A nova cidade ficará perto do mar vermelho, a 100 km de Jeddah, o atual centro comercial do reino. Custará 92.6 mil milhões de euros e terá uma dimensão de 181 299 168 m2.

Até agora, foi construído 15% do projeto. Existem planos para um porto, um complexo industrial, uma ilha financeira, infraestruturas para ir à praia e zonas residenciais.

A fotografia acima mostra o estado atual da construção. Infraestruturas públicas e áreas residenciais estão a ser construídas neste momento.

O KAEC é uma das quatro novas cidades em construção para estimular a economia da Arábia Saudita, que ainda está muito dependente do petróleo.

“Nós estamos a construir esta megacidade para os 65% da população que tem menos de 30 anos” explica Fadi Al-Rasheed, diretor da Emaar Economic City, empresa que manda publicamente em todo o projeto KAEC.

“Já temos 200.000 sauditas a estudarem lá fora. Queremos que as coisas mudem quando eles voltarem”, acrescentou.

Além disso, Al-Rasheed quer acelerar o desenvolvimento da saúde, educação, empregabilidade e transporte, e ser um centro de ligação internacional do reino do Rei Salman.

“Queremos criar um dos maiores portos do mundo” declarou à BBC Rayan Bukhari, um dos gestores do porto Rei Abdullah, que reforça a ideia de como a megacidade irá acelerar e facilitar a rede de transportes. “Imensos produtos destinados a Riade (capital da Arábia Saudita) têm de passar pelo Dubai, mas com a megacidade isso vai mudar. Aqui será mais evoluído, barato e rápido”, acrescentou Bukhari.

Para além dos transportes, os criadores do projeto KAEC esperam que a cidade seja uma importante paragem dos turistas e dos peregrinos, visto que haverá um comboio de alta velocidade que tem como destino Mecca e Medina. Isso facilitará bastante a vida a muitos religiosos que pretendem visitar as cidades sagradas. De acordo com o Dailymail, Mecca fica a uma hora e vinte minutos da capital, enquanto Medina fica a três horas, de carro.

O projeto é financiado por fundos privados e o governo criou uma Autoridade das Cidades Economicas para controlar os vistos e licenças, de modo a que tudo corra como planeado. A construção de KAEC deve terminar em 2025.

Mas nem tudo é pacífico. Uma das controvérsias passa pelo facto de existirem 90 quilómetros de estradas na KAEC e, devido a proibições religiosas, nenhuma mulher poder conduzir nelas.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *