Apenas uma província angolana continua resistente à Covid-19


Aos poucos, o novo coronavírus vai encontrando formas de chegar por toda parte de Angola. Com o registo do primeiro caso da covid-19 no Cuando Cubango, apenas uma província do país continua sem o registo de casos positivos, nomeadamente Namibe.

Durante o mês de Setembro, o país passou a recuperar acima de centena, chegando a estabelecer um record diário de 159 pacientes com alta hospitalar, não muito distante da estatística deste domingo que registou 142 curados, contribuindo para um total geral de 2.577, em 5.402 casos confirmados, dos quais 195 óbitos, assegurou o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Publicidade

Até a presente data, a província do Bengo apresenta 11 casos confirmados, dois óbitos e sete recuperados, Benguela (72 casos, 3 óbito, 31 recuperados), Bié (38, dois recuperados), Cabinda (107 casos, um óbito e 16 recuperados), Cuando Cubango (dois casos, todos falecidos), Cunene (4 casos, três recuperados), Huambo (50, dois óbitos, 30 recuperados), Huila (24, seis óbitos, 5 recuperados).

A lista continua com Cuanza Norte (26, um óbito, 25 recuperados), Cuanza Sul (7 casos, um óbito, 4 recuperados), Malange (um caso e recuperado), Moxico (seis casos, 4 recuperados), Namibe (sem nenhum caso), Uige (1 recuperado), Zaire (117 casos, 116 recuperados), Lunda Norte (um caso e recuperado), Lunda Sul (quatro casos, 3 recuperados), Luanda (4.955 activos, 177 óbitos, 2.329 recuperados e 2449 activos).

O país conta com 5.402 casos confirmados, dos quais 195 óbitos, 2.577 recuperados e 2.630 activos, entre eles 16 em estado crítico sob ventilação mecânica invasiva, 14 em estado grave, 63 moderados e 140 leves.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *