ANIESA encerra 11 empresas por especulação de preços e vendas de produtos fora do prazo de validade


A Autoridade Nacional de Inspecção Económica e Segurança Alimentar (ANIESA), realizou neste mês de Novembro, o encerramento temporário de 11 empresas que actuam no país, por falta de higiene e comercialização de produtos fora do prazo de validade.

Foto: Ilustração (Reprodução Novo Jornal)

De acordo com o relatório mensal da ANIESA, citado pelo Novo Jornal, foram realizadas inspecções em quase todas as províncias, que culminaram com o encerramento de 11 empresas que se dedicavam à comercialização de produtos alimentares e bebidas.

Segundo a fonte, a direcção da ANIESA esclareceu que factores como mau estado de conservação, falta de higiene, data de caducidade vencida e especulação de preços estiveram na base para o encerramento destas empresas durante o mês de Novembro.

Os dados do relatório mensal da ANIESA revelam que Benguela foi a província com mais casos de encerramento, com um total de 7 empresas.