Angolana termina licenciatura em Portugal mas não recebe diploma por ter uma dívida de 10 mil euros


A jovem angolana Adelaide Carlos Sanvula,  residente em Portugal, finalista do curso de Ciências da Comunicação, da Universidade Católica de Braga, entrou em contacto com a equipa do AngoRussia, clamando por ajuda financeira para o levantamento do seu diploma condicionado pela instituição, por ter contraído uma dívida de 10 mil euros.

Adelaide Sanvula que vive na cidade de Braga, há 6 anos, e que emigrou para Portugal, em 2015 por conta da família com o objectivo de concluir a sua formação, contou em conversa com o AngoRussia que a sua situação se complicou devido a crise económica, tendo a família ficado sem condições para custear o resto dos anos que estavam em falta.

Publicidade

A estudante disse que diante da situação, decidiu comunicar a sua condição à direção da universidade para dar continuidade aos estudos em regime de dívida, que viria a pagar mais tarde, o seu pedido foi aceite, e felizmente a jovem conseguiu concluir a licenciatura em Ciências da Comunicação, mas a dívida de dez mil euros, equivalente a mais de 7 milhões de kwanzas, condicionou o levantamento do diploma.

Adelaide disse ainda que tem trabalhado sem parar, como garçonete em restaurantes, e que apesar do esforço, o salário não tem sido suficiente para liquidar nem a metade da dívida. A jovem contou ainda que tem passado muitas dificuldades, disse que a vida naquele país europeu é bastante complexa para quem não tem um trabalho com uma boa remuneração.

Por esses motivos, Adelaide Carlos Sanvula decidiu fazer um apelo à sociedade, para que lhe ajude a pagar essa dívida a fim de consegui fazer o levantamento do seu diploma.

 

Por: Eucadia Ferreira


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

2 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Claro que não recebe , e bem!
    Em Angola nem teria concluído sem pagar.
    Ali, concluíu e deve é pedir ao seu governo que pague ou ajude a pagar.
    Se fosse numa pública, mas foi na Católica.
    E tem mérito.

  2. Não peça ajuda na sociedade Portugues…..peçam nos Angolanos e nos Governantes do seu Pais.
    Eu sei o que lhe dava….