Angola pode assumir um papel fundamental na produção de vacinas em África


A Ministra das Finanças, Vera Daves de Sousa considerou recentemente a possibilidade da autoprodução de vacinas contra a covid-19 dentro do território angolano, durante a participação do governo angolano na cimeira sobre a economia do continente, que decorreu em França.

Em entrevista à Euronews, Vera Daves de Sousa, explicou que com a temática da covid-19 e as vacinas Angola pode adquirir um papel fundamental na produção de vacinas no continente africano, tendo os meios e capacidades adequadas. Questionada sobre a possibilidade de produzir vacinas no território angolano, a ministra afirmou que não descarta a possibilidade da auto produção.

Publicidade

“Foi lançado o mote para que se reflita em torno de se abrir mão das licenças intelectuais (das vacinas) para que seja possível desvocalizar tecnologia e conhecimento para algumas regiões de África, para assim, com produção local, se conseguir atender melhor a procura. Fazer uma auto avaliação da nossa capacidade de acolher, e das equipas para receber essa passagem de conhecimento. Não descartamos essa possibilidade”, esmiuçou.

Por: Ester Mendes


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Com devido respeito , a senhora está no deu perfeito juízo ?
    O seu país nem seringa , nem luvas de látex , nem algodão produz , e a senhora profere está barbaridade ? A cuca ( cerveja que o teu país produz) só não importa a água , sabia disso ?
    Tenha santa paciência , vocês precisam de uma quimioterapia cerebral .