Quantcast

Comandante-Geral da Polícia dá 15 dias para fim da “gasosa” na Brigada de Trânsito

0
Campanha Dstv Telemundo

Com objectivo de pôr fim a cobrança ilegal de dinheiro aos automobilistas “gasosa”, na brigada de trânsito, o recém nomeado Comandante-Geral da Polícia Nacional, Alfredo Mingas “Panda”, deu um prazo de 15 dias, aos efectivos da Brigada Especial de Trânsito (BET), para acabarem de vez com essa prática ou poderá tomar medidas drásticas em caso insistência.

A informação foi avançada recentemente pela Polícia Nacional, por via de uma nota em que ordena ainda, que somente os agentes da BET podem mandar parar viaturas na via pública. A mesma nota esclarece que agentes da PN integrados nas restantes unidades só podem actuar no trânsito se confrontados com práticas irregulares dos automobilistas e, mesmo assim, depois de mandarem parar as viaturas, estão obrigados a chamar ao local um agente da BET para os trâmites normais.

“Vocês têm de deixar de envergonhar a polícia. Não há nada que justifique que um agente da autoridade cobre gasosa, receba ofertas, prémios ou se deixe corromper… Chegou a hora de se pôr fim aos vícios e às más práticas que mancham a Polícia Nacional… Temos que abolir totalmente o fenómeno da gasosa e isso vai começar aqui no trânsito, até ao dia 30 de Janeiro quero ver este problema completamente banido na BET”, determinou o Comandante-Geral da Polícia Nacional.

Por: Garcia Alberto

Deixe a sua opinião!

Partilhe.