Quantcast

Com apelo a justiça, familiares e amigos deram o último adeus a jornalista da TPA Beatriz Fernandes

0
Divulgação de Serviços (ProCenter)

Lágrimas a caírem em muitos rostos e vozes a clamarem por justiça, marcaram o cortejo fúnebre da  ex-jornalista da TPA Beatriz Fernandes, que decorreu na manhã desta terça-feira (31), no Cemitério Alto das Cruzes. Familiares, amigos e colegas de profissão despediriam-se de forma fulminante da sua ante-querida, que morreu vitima de assassinato. 

O velório decorreu na noite da passada segunda-feira (30), nos Bombeiros, em Luanda. Estiveram presentes familiares, membros da policia nacional e colegas de profissão.

O carro funerário que transportou a urna de “Padu” como era  carinhosamente chamada, para o Cemitério do Alto das Cruzes, chegou cerca as 10h00. Na porta, centenas de pessoas estieram presentes para lhe dizer o último adeus.

Beatriz Fernandes desapareceu na quarta-feira quando viajava com Muxito Jomance e os seus dois filhos na Via Expresso, tendo os dois corpos sido encontrados sem vida no Quilómetro 35, em Viana.

De referir que os Serviços de Investigação Criminal (SIC) detiveram já seis elementos, todos eles estrangeiros, suspeitos de participarem no duplo assassinato qualificado.

Deixe a sua opinião!

Partilhe.