“WEDO” reúne figuras nacionais com expertises no mundo dos negócios para empoderar mulheres 


A Women’s Environment & Development Organization (WEDO), realizou neste sábado, 26 de Novembro, o segundo encontro das “Vozes do Empoderamento Feminino em Angola”, com vista a dar suporte as mulheres empresárias e não só, ao reunir figuras com vasta experiência no ramo dos negócios, para partilhar conhecimento sobre vários aspectos a nível do empreendedorismo.

Foto: AngoRussia/ José Maneco

Apesar das chuvas registadas na data, o evento realizou-se em alusão ao dia do empreendedorismo feminino, celebrado a 19 de Novembro e, teve lugar na Torre Kilamba, Marginal de Luanda, onde várias mulheres sedentas pelo aprendizado estiveram presentes para a troca de experiência e criação de networking.

Dentre as oradoras que prestigiaram este segundo encontro destacam-se, a Secretária de Estado para o Orçamento e Investimento Público, Juciene de Sousa, a Estilista e Empresária Nadir Tati, a Directora criativa da marca Porto Fino Adalgisa Massango, a Nutricionista e Influencer Adília Cordeiro, a Influenciadora Digital Benísia Mateus, a Fundadora da Kitadi Neuza Pinto e a Consultora das Nações Unidas Tunísia Sebastião. Por razões alheias, as oradoras Mara D´alva e Diandra Neto não compareceram ao evento.

De acordo a mestre de cerimónia Maria Beni, a WEDO é uma organização sem fins lucrativos que surgiu nos Estados Unidos da América e engloba mais de 100 embaixadoras espalhadas pelo mundo.

“É uma organização Internacional sem fins lucrativos, foi criada nos EUA e está presente em mais de 144 países. Em Angola está presente desde 2021, sem querer aqui assumir compromissos em nome da embaixadora (Vanda Pedro). Este grande movimento tem como objectivo impactar mulheres empreendedoras, criar comunidade de colaboração e uma sinergia de empoderamento e de alguma forma dar recurso, ferramentas para transmitir conhecimentos e experiências. E o ideal é que fosse precisamente expandido por outras províncias, mas enquanto isso temos este segundo encontro já aqui em Luanda e foi muito bom e bastante produtivo” esclareceu,

Em Angola o rosto escolhido para empoderar as outras mulheres é a empresária e actriz Vanda Pedro que já exerce a função a caminho de dois anos. Ao AngoRussia, Vanda destacou ter aceite o convite com o intuito de acrescer algum valor no meio em que está inserida e acima de tudo na vida das mulheres do seu país.

“Para mim é uma honra muito grande, ser uma das 144 embaixadoras que estão espalhadas pelo mundo com a missão de juntar e incentivar mulheres ao conhecimento, a contribuírem para as finanças e a economia de um país e é uma responsabilidade muito grande, mas eu recebi porque gosto de desafios e acho importante sermos influência na nossa área, nosso meio e quando me foi endereçado este convite, aceitei porque é importante quando olham para nós e nos veem como uma inspiração e potencial. Abracei o desafio e estou no segundo ano, o ano passado fui distinguida como embaixadora da WEDO e este é o segundo ano que conseguimos concretizar este sonho do segundo encontro, sinto-me muito feliz por conseguir, porque não é fácil”, referiu.

Ao AngoRussia, Vanda Pedro que tem uma vasta experiência no mundo dos negócios, frisou que a mulher angolana precisa de oportunidade para mostrar o seu talento e destaca ainda que o local onde cada uma é inserida diz muito sobre o seu crescimento e desenvolvimento.

“A mulher angolana conhece e sabe qual é a guerreira que tem dentro dela, basta passar pelas ruas e ver as nossas mamãs zungueiras que são mães solteiras mas que criam os seus filhos com dignidade, as vezes com dois ou três empregos. Todas as mulheres conhecem o potencial que têm , o que as vezes precisam é de oportunidade para poder mostrar e acho que é isso que a mulher angolana precisa para demonstrar a capacidade que tem, a potência que tem dentro dela, as vezes também estamos inseridas em determinados meios que não nos fazem crescer e acho que é uma chamada de atenção que faço as mulheres e não só para termos em atenção aonde estamos inseridas, quem está a nossa volta, se nos ajuda a crescer ou a decrescer isso é um ponto importante a termos em conta”, destacou.

Durante o evento, cada oradora teve a responsabilidade de partilhar a sua história e posteriormente motivar e empoderar as mulheres que estavam na sala. Identificar oportunidades, persistência, sair da zona de conforto, conhecer o seu valor e ecossistema, entre outras, foram palavras de ordem endereçadas a todas asparticipantes que pretendem tornar-se empoderadas e acima de tudo excelentes empreendedoras e empresárias.

Clica na imagem abaixo para vislumbrar algumas fotografias do evento:

Foto: AngoRussia/ José Maneco