Viagra e seus efeitos colaterais causam mais malefícios do que benefícios


A busca pela erecção perfeita no momento de prazer, leva vários indivíduos à adotarem hábitos que pode colocar em perigo a sua vida, com o uso de fármacos como a ‘viagra ou kifarú’ sem recomendação médica. Para muitos, o sexo deve se parecer como nos filmes pornográficos, este pensamento desencadea uma competição interna que causa consequências fatais à saúde humana.

 

Em conversa com o AngoRussia, o Dr. Honolfo Simões interno de cardiocirurgia explicou inicialmente que o farmaco comumente chamado de ‘viagra ou power’, seria um medicamento que permitiria relaxar os vasos pulmonares, mas suas pesquisas não geraram resultados positivos. A empresa farmacêutica multinacional “Pfizer”, estava a ponto de abandonar suas provas quando voluntários submetidos aos testes começaram a reportar um efeito secundário anormal, que era muitas erecções, que foi motivo de estudos e passou a ser usado para tal feito.

Publicidade

O Dr no entanto alertou que o uso desorientado da viagra pode causar efeitos colaterais graves como dores de cabeça, náuseas, ondas de calor e tontura, infarto, colapso circulatório por hipotensão, erecções prolongadas e dolorosas, problemas de visão, anafilaxia e até morte. O medicamento deve ser evitado por homens que abusam do uso de anabolizantes, recomendado apenas para homens maiores de 18 anos que tenham disfunção eréctil (impotência sexual), ou seja, pessoas que não conseguem ter ou manter uma erecção, coisa que não se deve confundir com a ejaculação precoce.

“Desaconselhamos o uso de ‘viagra’ sem consultar o médico tanto para jovens, senhores e idosos, só para impressionar a rapariga no momento, a dita impressão que pode custar a vida”, alertou  Honolfo Simões.

Citrato de sildenafila ou sildenafil é um dos medicamentos mais vendidos no mundo sob os nomes de Viagra (usado no tratamento da disfunção eréctil no homem “impotência sexual”) e Revatio (usado no tratamento da hipertensão arterial pulmonar), criado inicialmente para angina do peito, actualmente para tratar a Hipertensão Pulmonar e a Disfunção Eréctil.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *