“Top Rádio Luanda” volta a ribalta com novidades


Aconteceu neste domingo, 27 de Novembro a conferência de imprensa do relançamento de um dos eventos que contribui para a valorização da cultura angolana, “Top Rádio Luanda”. Prevista para acontecer no dia 03 Março de 2023, a gala de consagração dos vencedores das 17 categorias e quatro menções honrosas vai celebrar também o Dia da Rádio.

Foto: AngoRussia/ José Maneco

Entre vários membros da comissão organizadora destacam-se José Pedro Benge, Ivan Aleksei, Bruno Ivo e artistas distinguidos no Top Rádio Luanda, que participaram da cerimónia de relançamento.

Segundo o coordenador do Top Rádio Luanda, José Pedro Benge, que falava ao microfone do AngoRussia, o evento de premiação teve de sofrer reajustes com acréscimo e subtração de categorias.

“A novidade é que traz a categoria Banda do Ano, subtraímos a categoria Videoclipe do Ano que não vai ser ignorada, vai para Menção Honrosa, pois achamos que com a nossa ousadia e quem é de direito nesta coisa de imagem com certeza sentiu-se tocado e hoje há mais concursos nesta vertente, então passamos para Menção Honrosa e levamos a categoria Banda do Ano , como sabemos são muitos instrumentistas a procura de um espaço e são muito talentosos, com certeza há exemplo do que temos como a Versão do Ano onde exijo nos regulamentos que a versão deve ser da música angolana, sentimos que os jovens começaram a preocupar-se em imortalizar a música de outras gerações e a colocarem as suas respectivas obras. Só para dizer por exemplo que o maior mercado da música é o da América Latina por causa da imortalização que dão as suas músicas”, começou por dizer.

O responsável continuou por referenciar que a melhor escola para qualquer artista são os bares e a atribuição da nova categoria surge precisamente para valorizar este seguimento.

“Acreditamos que com a Banda do Ano vamos ter mais jovens preocupados em criar a sua banda, seu espaço e tempo porque a banda pode existir sem grande intérprete porque hoje notamos uma  certa sensibilidade por parte do empresariado, concretamente na gastronomia, hoje entramos em qualquer bar e encontramos alguém a fazer voz e violão, é bem certo que as coisas ainda não estão bem definidas porque o empresário tem vontade de dar esta montra mas há músicos que acham que quando entram no bar onde tem 30 a 40 pessoas têm que cobrar um preço (alto), quando não é assim, a história faz  referência que a grande escola de um músico é bar. Então acreditamos que a categoria Banda do Ano vem elevar os muitos instrumentistas que temos no país” situou.

A gala de consagração acontecerá no dia 3 Março de 2023 e nesta edição estão a concorrer excepcionalmente as músicas produzidas nos últimos dois anos segundo fez saber Pedro Benge

“O relançamento do top agora por que, porque o Top dos Mais Queridos ganha um novo modelo e está em busca também de novos talentos, aqueles que precisam de um espaço e são muitos também e estes são os que a Rádio Nacional pretende levar ao Top dos Mais Queridos. Então o que vamos fazer com aqueles consagrados que fazem suas obras como a Pérola, Yola, Kiaku e Paulo Flores daí o Top Luanda ressurgir, porque faz uma tensão a todos estes nas suas mais variadas vertentes por ser tão abrangente. São 17 categorias, então vão ser premiados no Top Rádio Luanda que agora ganha três fases, a fase de votação aberta, de indicações de melhores através do Facebook, e do site do top. A 1 de Janeiro teremos já constituídas as categorias com cada seis elementos e depois a 11 de Fevereiro paramos, a 12 apresentamos os três que vão a gala de premiação que vai acontecer no dia 3 de Março  se tudo correr bem, pensamos que vai acontecer na tenda de Conferências de Belas”, disse.

O responsável explicou ainda os critérios de selecção das músicas para o concurso: “O Top da Kianda com a eleição da audiência que é a melhor audiência do país permite que toda música que toca na Rádio Luanda entre para o concurso. Se nós não passarmos uma determinada música ela não pode ser eleita para o Top Rádio Luanda, o nosso ouvinte é que vota e ele vai votar na música que tem ouvido na Rádio, mesmo passando três vezes na Rádio já passou. Pode ser um cantor que reside no Huambo e que a música esteja a passar na Rádio Luanda está concorrer não precisa ser de Luanda apesar de que toda grande metrópole é uma montra de projeção para dar visibilidade a tua criação ou a tua capacidade”

Nesta edição a grande novidade é a categoria Afrobeat Fusion, em função das novas tendências a organização optou por agregar as ramificações do afrobeat e afrohouse.

“Nós tínhamos a categoria de Kuduro e Afrobeats, então estávamos direcionados mais para Afrobeats mas ouvindo produtores e DJ’s conseguimos concluir que estes fenómenos, todos os dias aparecem, então colocamos uma perspectiva de Naija no Afrohouse e os produtores reclamaram e diziam isto não é afrohouse é Naija, então decidiu-se englobar todos estes estilos numa única fusão Afrobeat Fusion. O Afro Jazz mantém-se, a categoria Kuduro do Ano mantém também. Desta vez na gala vamos dividir, o Semba e a Kizomba, que vão fechar a gala do Top da Kianda no dia da consagração, porque notamos também que por parte do público quando surgisse as categorias todas e depois apresentávamos um show dentro do show, via-se que o pessoal já se sentia um pouco cansado, então vamos fazer o show antes, reduzindo apenas por cinco músicas, uma música para um artista já conhecido e quatro para uma nova aposta no mercado”, explicou.

Pedro Benge destacou também que a organização decidiu manter as categorias habituais como:   Afro Jazz, Folclore, Gospel, Balada, Voz Feminina Revelação, Voz Masculina Revelação, R&B, Voz Feminina do Ano, Voz Masculina do Ano, Banda Musical, Versão, Melhor Kizomba, Melhor Semba e Melhor Kuduro.

“O top Rádio Luanda tem a categoria Revelação, quer dizer que ninguém está fora disso só que o Top Rádio Nacional como fiz referência traz agora uma perspectiva de dar espaço ao novo talento, mas nós temos o top Revelação na categoria feminina e masculina, logo se nós rádio provincial indicamos representante de Luanda a partir da nossa Rádio, no mês de Janeiro ou Outubro que é altura que acontece a consagração do Top dos Mais Queridos, vamos indicar um premiado que vai estar em concurso provincial, este é que vai representar Luanda, e estes já são tendência para o top da Kianda”, reiterou.

No programa “Kialumingo” conduzido por José Pedro Benge e Carla Pena, foi revelado ainda que no Prémio Carreira e nas menções honrosas poderão ser destacados: Produção discográfica do ano, Vídeo do Ano, produtor do ano, Compositor do ano e empresário do ano. A organização também entregará Diplomas de Mérito a produtores, promotores, patrocinadores, sponsores, conexos produções musicais, amigos da música, instituições, empresas e individualidades que apoiam a música

Clica na imagem abaixo para ver algumas fotografias do evento:

Foto: AngoRussia/ José Maneco