Saiba o que é Difteria e o quanto afecta o coração e sistema nervoso do ser humano


1 partilha

A difteria é uma doença infecciosa causada pela bactéria ‘Corynebacterium’, frequentemente associada à dor de garganta, febre e ao desenvolvimento de uma membrana aderente nas amígdalas ou nasofaringe, que podem afectar outros sistemas orgânicos, como o coração e o sistema nervoso. 

Inicialmente, os sintomas da difteria podem ser semelhantes a uma infecção respiratória superior viral, mas eles pioram ao longo de dois a quatro dias, como febre, dor de garganta, fraqueza, dificuldade em engolir, dor de cabeça, rouquidão, tosse e dificuldade ao respirar.

ZAP Liga NOs 2019-2020

Conforme a difteria vai se progredir, uma membrana aderente (pseudomembrana) pode começar a cobrir as tonsilas, a faringe ou mesmo os tecidos nasais. Se não for tratada, a a mesma pode se estender para a laringe e traqueia e obstruir a via aérea. e levar à morte.

Normalmente os seus sintomas, manifestam-se através de lesões avermelhadas iniciais que são dolorosas e que podem evoluir para úlceras não cicatrizantes. Algumas úlceras podem ser cobertas por uma membrana de cor cinza.

A difteria é transmitida por inalação de gotículas no ar ou pelo contacto directo com pacientes infectados por secreções mucosas ou ulcerações da pele. Algumas pessoas podem transportar as bactérias em seus tratos respiratórios (chamadas de portadores), mas não apresentam doença. No entanto, esses indivíduos ainda podem transmitir os organismos para indivíduos não infectados.

A pior complicação possível da difteria é a insuficiência respiratória ou a morte devido à formação de pseudomembrana que bloqueia as vias aéreas. Outras possíveis complicações incluem problemas cardíacos, como distúrbios do ritmo, miocardite, bloqueio cardíaco, pneumonia secundária, choque séptico e infecção de outros órgãos, como o baço, o sistema nervoso central ou o tecido cardíaco.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

1 partilha

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *