O uso de telemóveis e tablets nas escolas deve ou não ser proibidos?


2 partilhas

Quando o assunto é utilização de smartphones e outros dispositivos tecnológicos nas escolas, encarregados de educação e professores, parecem começar um debate sem fim. Se por um lado os pais permitem que os filhos levem estes materiais para o recinto escolar, por outro os professores acham errado justificando que os mesmos causam distracção e prejudicam no aprendizado. 

Vários psicólogos afirmam que quando uma criança estuda, automaticamente deve evitar ao máximo manter contacto com aparelhos electrónicos pois a podem levar a ficar mais tempo distraída, seja em sua casa, escola ou mesmo na rua. Sendo que o estudo carece de concentração total e um telemóvel ou tablets, nessa fase acaba por ser mais usado para jogar do que  propriamente para se comunicar, os pais devem ter o máximo controle.

De acordo com os Psicólogos e Psicopedagogas, existem razões pelas quais os pais devem proibir os filhos de levarem os aparelhos a escola, bem como, sendo uma delas a falta de disciplina dentro da sala de aula.

Já os pais defendem que os alunos dos 9 aos 17 anos devam levar o telemóvel para as salas de aula porque devem ter um meio de comunicação para casos de emergência em casa e principalmente na escola.

Por sua vez, os professores têm se queixado da indisciplina nas aulas por culpa dos referidos aparelhos, alegando que muitas das crianças que os levam para a escola não prestam atenção no conteúdo a ser transmitido e brincam com seus telefones durante as horas de aula.

Sedentarismo também é apontado como um dos problemas causado pelo uso de telemóveis no recinto escolar. “Nas horas dos intervalos, invés de brincarem com actividades bastantes criativas e que melhorem suas aptidões físicas, muitas crianças preferem estar dentro da sala ou num dos cantos da escola sentados a mexer no telemóvel, algo que prejudica a sua vida social”, sublinham os professores.

Mas afinal, o uso de telemóveis e tablets nas escolas devem ou não serem proibidos?


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

2 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *