Está com dificuldades em usar e escolher o blush certo? Confira 6 dicas que irão lhe ajudar de Tessália Roberto


Mulheres, depois de lerem este artigo por completo, com certeza não terão mais dificuldades em usar e escolher o blush certo para o seu tom de pele. Hoje, mais uma vez, trouxemos para si, seis dicas da Maquilhadora profissional angolana, Tessália Roberto. Confira! 

Está com dificuldades em usar e escolher o blush certo? Confira 6 dicas que irão lhe ajudar de Tessália Roberto

Encontrar  o tom perfeito de blush pode ser tão difícil quanto descobrir qual cor de base é a ideal.  Para  mulheres de pele  negra, a tarefa fica ainda mais desafiadora pela extensa variação de tons de pele, que vai desde a mais amarelada até a marrom escura.

Nesta senda, Tessália Roberto preparou seis dicas para você, que de certeza irão revolucionar sua forma de pensar na escolha do blush, descubra  qual variação do produto fica melhor na sua pele!

1- O blush rosa:

A história história que negras não deveriam usar blush rosado é um mito? Alguns  tons de pele  se adequam melhor à cor do que outros, mas todos eles podem usar alguma variação diferente do rosa. Quanto mais forte for o castanho da pele, mais escuro o tom do blush deve ser para conseguir passar um efeito mais natural.

2- Pele negra clara  dá-se bem com tons pastéis:

As donas de pele negra mais claras, geralmente com fundo amarelado, ficam favorecidas com algumas cores específicas do blush, e devo revelar que elas podem usar tranquilamente tons de pêssego, rosado e berinjela. Se os dois primeiros são perfeitos para um visual mais leve, o terceiro tom serve para caprichar no look para noite.

3- Peles mais escuras também podem brincar com as cores:

As mulheres negras  com a pele mais escura também têm uma ampla gama de escolhas para colorir as maçãs do rosto,  para  mim como profissional, os castanhos são perfeitos para essas mulheres e deixam um efeito natural e bem discreto. Se a intenção for   com uma make up mais ousada, jovem e super fashion,  indico tons de berinjela, laranja e até o rosa,  pois, essas escolhas é que vão dar mais vida à maquiagem.

A única exceção fica por conta dos avermelhados, aí para tudo meninas não aconselho essa cor nunca. Como a pele é muito pigmentada, corre o risco do blush vermelho deixar um aspecto fusco nas bochechas.

a) O meu segredo para quem tem esse tom de pele é a forma de aplicação, como a pele já é muito escura, os truques de contorno acima da mandíbula para afinar o rosto com bronzer são deixados de lado, e as maçãs são ressaltadas (gosto de aplicar bem no topo das bochechas e nariz), as duas áreas que todo mundo aprende a passar para dar aquela impressão corada e mais jovem.

4- Vermelho e rosa queimado para as peles intermediárias:

Mulheres negras médias podem usar o vermelho sem medo de ficar tão chamativo, quanto nas mais claras, e sem o risco de ficar sem viço, como nas mais escuras. O rosa queimado também vai muito bem com esse tom de pele, que fica em um meio-termo entre o castanho mais fechado e a tonalidade clara.

5- Textura  da pele negra precisa ser levada em conta: O  excesso de oleosidade em pele negra é muito comum logo nem todos os tipos de blush são os mais indicados;. Não  recomendo o uso da versão líquida, esse tipo de produto não fixa bem e com a oleosidade natural da pele ele acaba escorrendo.

6- Já os blushs com partículas de brilho são muito bem-vindos para realçar a pele negra: “eu particularmente adoro usar iluminação nessas maquiagens, mas como a pele tende a ser oleosa é preciso limpar bem o rosto tirando todo o brilho natural para depois aplicar o blush que vai iluminar a área”

Por: Tessália Roberto


Gostou? Partilhe com os teus amigos!