Em quarentena, comer sopa ao pequeno almoço ajuda a aumentar a ingestão de vegetais


23 partilhas

A sopa, só pelo seu modo de preparação e pelos seus nutrientes tradicionais, é considerado um alimento com muita relevância nutricional extraordinária, e para além de ser de fácil digestão ela também é rica em minerais e vitaminas, sendo um bom aliado para saúde. Para quem não tem o habito de comer sopa ao pequeno almoço, nesta quarentena, o AngoRussia deixa algumas razões para passar a inserir esta alimentação ao meu menu diário. 

Alguns nutricionistas aconselham a ingestão diária de sopa para um regime alimentar equilibrado, pois os ingredientes dela são muito variados. Habitualmente, uma sopa inclui vegetais, carnes, peixes, até mariscos.

Os legumes são muito ricos em água, fibras alimentares, vitaminas B e C e sais minerais. O seu conteúdo em gordura e açúcar é baixo o que lhes confere muito baixo valor energético que são as calorias. A sopa é também uma aliada na perda e no controlo de peso, e é ainda uma forma fácil de assegurar que crianças pequenas e idosos ingerem produtos hortícolas e água.

Veja algumas das razões para passar a inserir esta alimentação ao seu menu diário:

  • A sopa é de fácil digestão, uma vez que alimentos cozidos são, por definição, alimentos que já estão numa fase de pré-digestão. E isto significa que, quando cozida, a refeição assenta melhor no estômago e é mais facilmente digerida pelo organismo.
  • Ela nutre e hidrata, ao mesmo tempo que ingere uma alta quantidade de líquidos, o corpo recebe uma alta dose de nutrientes, vitaminas e minerais.
  • Aumenta a saciedade, como são compostas por água, isso faz com que o organismo se sinta saciado mais rapidamente. Pois a sopa pode ter um papel essencial numa dieta voltada para a perda de peso.
  • Após ser ingerida um ou dois pratos de sopa, o metabolismo pode acelerar até 20%. E esse efeito é conhecido como termogénese e é muito comum durante a ingestão de proteínas, o que mantém o corpo aquecido. Porque quando se ingere uma refeição mais quente, o corpo precisa de compensar esse aumento da temperatura e faz circular o sangue já aquecido, e a sensação é ainda mais aprazível quando o tempo está mais frio ou quando o corpo está a lutar contra alguma doença.

  • Ajuda a introduzir legumes na alimentação das crianças, se elas resistem a comer os vegetais que fazem parte do prato principal, a melhor opção é colocá-los numa sopa pode ser a receita para o sucesso das refeições mais saudáveis.

De forma geral, é importante apostar no consumo de pratos e alimentos que proporcionem grande saciedade e, ao mesmo tempo, possuam poucas calorias e causam um bom estar no organismo. A sopa continua a ocupar um ligar de destaque à mesa, estando presente ao longo de todo o ciclo de vida.

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

23 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *