Quantcast

Lauriela Martins promete levar ao Miss Universo a beleza, inteligência e os valores do povo angolano

0
Divulgação de Serviços (ProCenter)

A jovem de 18 anos, natural de Cabinda, Lauriela Martins, após ter sido eleita  Miss Angola 2017 contou em conferência de imprensa que ter sido eleita como a nova Miss significa o começo de uma nova fase da sua vida e que vai levar ao concurso Miss Universo 2018, beleza, inteligência e os valores do povo angolano.

lauriela martins

Lauriela Martins, uma jovem estudante de arquitetura, descreveu o momento da sua eleição como uma grande alegria e prometeu representar bem Angola no concurso Miss Universo.

“Quando for representar Angola no Miss universo, vou levar a Beleza, inteligência e os valores do povo angolano”, disse sorridente.

A nova Miss pretende continuar com o projecto “Apoio a Mulher Rural” pois para si as mulheres rurais são um ponto crucial para se prestar atenção e também fazem parte da diversificação da economia de Angola.

“As mulheres rurais são o nosso ponto crucial e elas também fazem parte da diversificação da nossa economia, não devem ser deixadas de lado por não conterem diamantes ou petróleo. Elas enfrentam muitas dificuldades com transporte e obtenção de materiais para a realização das suas actividades, e por isso eu as apoio”.

A também eleita Miss Cabinda 2017 disse que leva do concurso várias lições, dentre elas “Respeitar sempre o próximo”.

Lauriela Martins confessou ainda que não esperava ganhar, pois na sua opinião existiam no concurso muitas concorrentes fortes e sempre apoiou a miss Huíla, por isso ter ganho foi uma surpresa.

“Sinceramente não esperava ganhar, existiam muitas concorrentes fortes no concurso e eu sempre apoiei a miss Huíla, foi uma grande surpresa ter ganho. Nesta avaliação eu me destaquei e agradeço a Deus por isso”, confessou.

A jovem Miss, contou também que durante o processo de formação não há momento nenhum que  deixou passar, todos foram muito especiais, pois passou um mês a interagir com pessoas e costumes novos  e foi tudo muito especial para si.

Não deixou de dizer que a maior dificuldade que enfrentou durante o concurso foi ter que se afastar da família por muito tempo, pois foi a primeira vez que esteve distante dela durante 1 mês.

Para Lauriela um dos momentos que mais a marcou na preparação para o concurso foi a visita ao lar Kuzola.

“Eu lacrimejei quando fui ao lar Kuzola, chamou-me muita atenção o facto de crianças tão novas serem abandonadas e sofrerem este tipo de trauma, chocou-me porque sempre cresci muito apegada a minha família, e foi difícil para mim lidar com esta situação”, falou.

Continuar a estudar está nos planos de Lauriela Martins, pois sente-se capaz de conciliar o facto de ser a nova Miss Angola e estudante de arquitetura, pretende fazer cada coisa a seu tempo.

Deixe a sua opinião!

Partilhe.