Arquiteta Paula Nascimento representa Angola na Bienal de Arquitetura de Veneza


A arquiteta Paula Nascimento irá representar Angola no Bienal de Arquitetura de Veneza que decorre entre 22 de maio e 21 de novembro deste ano. A angolana vai participar em uma exposição colectiva que vai contar ainda com os arquitetos portugueses Manuel e Francisco Aires Mateus.

De acordo com a Lusa, a arquiteta e curadora angolana, uma das criadoras do projecto do Pavilhão de Angola da Bienal de Arte de Veneza 2013, vencedor do Leão de Ouro, está entre os convidados pelo curador-geral do evento, Hashim Sarkis, para participar na exposição colectiva do certame.

Publicidade

Segundo a mesma fonte, Paula Nascimento vai na exposição apresentar o projecto “Across Borders”, nos Giardini, Pavilhão Central.

A arquiteta foi uma das autoras, com Stefano Pansera, do projecto do pavilhão nacional de Angola de 2013 – “Luanda, Cidade Enciclopédica” – baseado em fotografias do artista Edson Chagas. Foi o primeiro país africano a conquistar um Leão de Ouro numa Bienal de Arte de Veneza.

Nascimento tem desenvolvido trabalhos de curadoria em exposições em Angola, África do Sul, Itália e França, e, em 2019, foi convidada pela organização da ARCOlisboa a criar um projeto inédito de apresentação de galerias africanas.

Tem sido a curadora convidada da Catchupa Factory, em Cabo Verde, espaço de residências de fotógrafos de países africanos de expressão portuguesa, e foi uma das fundadoras do Coletivo Pés Descalços, uma organização sem fins lucrativos que desenvolve projetos culturais e educacionais em Luanda, Angola.

A Bienal de Arquitetura de Veneza abrirá portas a 22 de maio, com regras de segurança para conter a pandemia, e um programa expandido de exposições, publicações, encontros, espetáculos e transmissão da instalação dos pavilhões nacionais.

Apesar da situação difícil que a Itália enfrenta atualmente, em contexto pandémico, a organização decidiu avançar com a realização desta edição da bienal – a 17.ª Exposição Internacional de Arquitetura -, forçada ao adiamento de 2020 para este ano, e que deverá decorrer até ao próximo dia 21 de novembro.

 

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *