Após terminar mestrado com “Diploma de Mérito”, Dionísio Chiquengue prepara lançamento do seu livro “Meu romance com a Rússia”


O estudante angolano Dionísio Cláudio Nunda Chiquengue, natural do Huambo, que terminou recentemente o seu mestrado em “Engenharia de Software” com “Diploma de Mérito”, na cidade de Krasnodar, prepara-se agora para lançar o seu primeiro livro intitulado “Meu Romance com a Rússia”, onde o mesmo vai abordar alguns dos momentos marcantes e importantes durante os sete anos de formação académica na Federação Russa. O lançamento esta marcado para breve.

Após terminar mestrado com "Diploma de Mérito", Dionísio Chiquengue prepara lançamento do seu livro "Meu romance com a Rússia"

 

Como toda relação, que tem momentos altos e baixos, decepções, fracassos e também vitórias, com o relacionamento de 7 anos entre Dionísio Chiquengue e a Rússia, não foi diferente. Dionísio enfrentou muitas turbulências que lhe obrigaram a descobrir algumas técnicas que lhe foi útil para ultrapassar todos os problemas e alcançar o sucesso académico e não só.

Ao manter uma crença genuína e não se preocupar com o adversário, ao contrário concentra-se em si mesmo e no seu potencial, lembra o jovem que em 2011 quando terminou o ensino médio técnico de informática, tinha como prioridade ingressar a universidade e dar continuidade aos estudos no curso de “Engenharia Informática”, ao longo de três meses de preparação conseguiu entrar para a universidade.

Diante das oportunidades, Dionísio tinha como seu maior sonho poder entender como funciona na verdade um computador e quando teve a oportunidade de ir estudar fora de Angola, neste caso na Rússia, abraçou logo e seguiu viagem, isto em 2012.

Bem no início, quando chegou a Rússia conta que foi difícil manter contacto com os restantes colegas que não falavam a sua língua, mas depois de ter encontrado seus amigos a quem considera irmãos, foi possível sobreviver no país.

Dionísio recorda que o usou a internet e os recursos disponíveis a seu favor, investiu no seu crescimento e seguiu de perto o constante desenvolvimento da rede global Internet que trouxe consigo uma gama de informação, quer por intermédio de bibliotecas online, artigos, imagens, áudio e vídeo, o ajudou a desenvolver o auto-didatismo que não conhecia, descobriu as origens da informação e transformou-as em conhecimento. Durante a sua formação desenvolveu um relacionamento profundo com a Internet, aproveitando de tudo o que ela tem de melhor e em alguns casos, quando não teve êxito recorria a ajuda dos colegas.

O Mestre em “Engenharia de Software” contou ao AngoRussia que foi preciso ter muita força de vontade para nunca parar de lutar e vencer todos os obstáculos no seu percurso académico.

“Todos enfrentam inúmeros desafios principalmente para quem estuda no estrangeiro, ainda mais longe da família”, disse Dionísio que ao longo de um período entre 2014 à 2016, com a crise económica que afectou Angola, viu alguns angolanos a serem obrigados a regressar para sua terra natal, devido a falta de divisas, em momentos cruciais pensou em desistir e inclusive chegou a trabalhar como estivador para ter o que comer, mas hoje sente-se um verdadeiro vencedor: “porque valeu a pena e sacrifício na busca do conhecimento”.

Responsável pelo seu sucesso, Dionísio Chiquengue sempre soube que a sua luta era consigo mesmo e ‘despertou o gigante’ que há no seu interior.  Motivo este, ao longo destes sete anos conheceu pessoas maravilhosas, professores fantásticos e assimilou lições importantes, apanhou muito, não fisicamente, mas mentalmente, teve horas de sono perdidas, matérias e linhas de código infinitas, mas sempre extraiu o que existia de bom nas adversidades, e procurou fazer planos, ter objectivos, definir suas metas especificas e claras, ir em frente com foco, força e fé.

“Fui ainda classificado como o melhor estudante da minha turma de mestrado e segundo vencedor das jornadas científicas com o melhor trabalho de investigação científica e fui premiado com valores em dinheiro, algo muito raro de acontecer na Rússia”, contou.

Hoje com o conhecimento que adquiriu, é um dos estudantes angolanos destacados da Universidade Estatal Tecnológica do Kuban (KubGTU), da cidade de Krasnodar, Rússia, com “Diploma de Mérito”, atribuído aos melhores estudantes da Instituição, que ao longo da sua formação apresentaram ‘excelente’ dedicação e desempenho.

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *