A problemática da venda de frutas descascadas nas vias públicas e mercados informais


A venda de frutas descascadas colocadas nas “famosas embalagens” das vendedoras angolanas nos mercados informais e paragens, tem sido uma problemática em diferentes pontos de vistas. Por um lado, pessoas há que denigrem tal acto por conta das bactérias que estas venham a acarretar, mas por outro, vem a praticidade para quem é portador de uma deficiência nos membros superiores.

Recentemente em uma publicação nas redes sociais, uma portadora de deficiência, relatava que as pessoas reclamam da venda de produtos descascados, fatiados e picados, mas que para ela é uma felicidade poder comprar um abacaxi descascado sem depender de ninguém.

Publicidade

Para as pessoas que sofreram AVC e foram tomados por sequelas que afectam a sua condição motora, portadores de deficiência nos membros superiores, serve de muita ajuda, o facto das quitandeiras pensarem na venda de frutas já descascadas, e as embalagens plásticas surgem como o complemento no movimento de levar essas frutas até a boca.

 

Por: Victória Pinto


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *