Thiago Lacerda confessa que seu papel em ‘Lei do Amor’ tem o angustiado


O actor brasileiro Thiago Lacerda, conhecido por dar vida a personagens de mocinhos em novelas, que está a vestir o papel do vilão Silo em “A Lei do Amor”, confessou em entrevista exclusiva ao AngoRussia que o seu papel na novela o tem angustiado um pouco, tudo por que tem provocado as pessoas na rua.

Thiago Lacerda confessa que seu papel em 'Lei do Amor' tem o angustiado

Na verdade não seria o primeiro papel de vilão que Thiago Lacerda, protagoniza numa novela. O actor brasileiro confessou sentir-se angustiado com o seu novo papel, porque tem provocado as pessoas na rua que têm feito mal ‘jus’ do seu personagem ‘Silo’.

“O meu papel em ‘A Lei do Amor’, tem me angustiado um pouco. Há coisas que tenho dito com esse personagem que prefiro nem mencionar,  faz com que as pessoas nas rua se incomodam, pensam e têm feito mal ‘jus’ de mim e isso me incomoda. Eu acho que a função do personagem ‘Silo’ é essa, causar um certo incomodo as pessoas”, contou sorridente Thiago.

Lacerda acrescentou que todos os papeis de novela que faz desde vilão a mocinho, procura sempre ‘provocar’ as pessoas de forma positiva e lembrou ainda que tem o seu trabalho com o teatro que o satisfaz muito.

Questionado sobre os papeis que gostaria vestir, o actor revelou que sempre gostou dos heróis.

“Eu gostaria mesmo de um dia fazer o papel de herói, talvez teria me divertido mais em construir minha carreira sendo um dos heróis, mas é muito divertido fazer o papel de vilão, podemos dizer coisas que normalmente não podíamos dizer fora de cena, ‘provocar’ as pessoas e entre outras coisas”, confessou Lacerda.

O actor descendente directo de 8 gerações de portuguesas, já interpretou diversas personagens como o vilão da telenovela ‘Alto Astral’, ‘Liberdade, Liberdade’ do mocinho doce e apaixonado em ‘Paginas da Vida’, entre outros.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!