‘Show da Virada’ volta a iluminar estádio dos Coqueiros com os melhores artistas do mercado nacional


Pela sétima vez, a LS Republicano proporcionou aos amantes e apreciadores da boa música uma noite memorável. Sintonia, cumplicidade, amor e muita euforia, entre público e os artistas, convidados marcaram mais uma edição de um dos grandes festivais de final de ano denominado “Show da Virada”, que lotou neste sábado (28) de Dezembro, com cerca de 30 mil pessoas o estádio dos Coqueiros.

Em mais um ano, o festival que abriu as suas portas as 18 horas de sábado (28) de Dezembro, proporcionou ao público presente, momentos únicos, recheado de boa música de vários estilos desde Kuduro, Semba, Kizomba, entre outros, numa aposta da organização que procurou desta forma, corresponder com as expectativas de todos os fãs.

Publicidade

Como habitual, grandes referências da música angolana, nomeadamente os Moikanos, um dos grupos de cantores e bailarinos queridos pelos angolanos levaram ao palco músicas de seu repertório como “Lhe Traíram”, “Já Quer Lutar”, “Ninguem Foge”, entre outras.

Com ritmo de cumplicidade e amor envolvente, a dupla de músicos Yola Araújo e Bass, foi convidada a subir ao palco da sétima edição do Show da Virada, e em due, enamoraram o público com os seus  sucessos, o amor continuou no ar com as vozes de Rui Orlando e Melanie de Vale, que cantaram  a música “Mais Forte ao Teu Lado”.

O espaço também recebeu as cantoras Pérola, Ary e Telma Lee, que mais uma vez, subiram ao palco e fizeram jus aos seus nomes proporcionando ao público presente, o melhor da Kizomba e Semba,  Kyaku Kyadaff, Puto Português, Filho do Zua, também voltaram a pisar o palco do festival, abriram o ‘apetite’ dos presentes com uma volta ao seu vasto repertório.

Bambila e Alberto Sebastião, evangelizaram o estádio lotado, levando o público a um ‘encontro com Deus’ ao som de louvores já conhecidos do primeiro, e de Dodó Miranda na voz de Alberto, imitação que o consagrou o grande vencedor ao concurso Unitel Estrelas ao Palco 2019.

Uami Ndongadas e Johnny Berry, as mais novas promessa da música angolana no Rap, pela primeira vez, desde o inicio de suas carreiras musicais, pisaram e partilharam o palco com verdadeiros mestres da música angolana, enaltecendo o estilo.

Preto Show, Cage One, TRX, Young Double, Jay Oliver, Os Santiegos, Gabeladas, Gerilson Insrael, Halison Paixão, entre outros, foram ainda alguns dos grandes responsáveis festejaram o final do ano com o público que aderiu em massa os Coqueiros.

Como de costume, Nagrelha em companhia de Bruno King encerrou o espectáculo que teve duração de 8 horas, com chave de ouro, levando o público em massa ao rubro ao som de “Comboio” e outros sucessos.

Recorde-se que o “Show da Virada”, realizado pela Ls & Republicano, é uma actividade já considerada tradição no final de cada ano que visa, principalmente, proporcionar aos amantes da boa música, entretenimento e momentos de alegria neste período de encerramento de mais ano.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *