Pérola: “fado exige uma concentração muito forte, quero cantar mais vezes”


A artista angolana Pérola, mostrou-se encantada com a experiência de ter cantado um estilo, símbolo da música portuguesa na passada quinta-feira (17) de Outubro, no Festival Caixa Fado, e revelou que gostaria de cantar mais vezes o fado.

A declaração foi dada a imprensa durante uma entrevista depois de Pérola ter vivido a experiência de cantar o fado pela primeira vez interpretando a fadista portuguesa Amália Rodrigues, considerada  por muitos como a “rainha do fado”. A angolana mostrou-se honrada por cantar Amália embora tenha reconhecido que foi difícil interpretar a fadista, teve que sair da sua zona de conforto, mas revelou que estaria disponível para uma próxima vez cantar o estilo.

Publicidade

“Eu estava super híper mega nervosa, é muito mais fácil fazer o estilo que faço porque já estou habituada, o fado exige uma concentração muito forte, porque capacita-nos como artistas e obviamente quero cantar mais vezes o fado nas próximas edições e não só”, disse evidentemente feliz Pérola.

Jandira Sassingui Neto natural do Huambo, começou a cantar aos 8 anos de idade , tempos depois lançou a sua primeira obra discográfica em 2003 com o álbum intitulado “Meus Sentimentos”  com o qual registou seu nome no mundo artístico como Pérola e até hoje é conhecida como uma das maiores vozes femininas do mercado angolano.

Foi uma verdadeira festa para enaltecer os feitos de Amália Rodrigues, nascida em 1920 e falecida em 1999.

Tornou-se conhecida mundialmente como a Rainha do Fado e por consequência, devido ao simbolismo que este género musical tem na cultura portuguesa, foi considerada por muitos como uma das suas melhores embaixadoras no mundo.

 

Por: Maiana Mvuatu


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *