Ministro da Cultura Jomo Fortunato espera dos artistas maior criatividade na gestão cultural


Foi durante uma actividade cultural multidisciplinar sob o lema “Marcas da Independência”, realizada na União dos Escritores Angolanos (UEA), que o ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, disse esperar dos artistas uma maior criatividade na gestão cultural e realização de eventos.

Embora as restrições impostas em função  da pandemia da Covid-19, para Jomo Fortunato,  algumas das actividades culturais no país podem ser realizadas, sobretudo aquelas que não exigem a presença de grande público, reforçando a importância de se encontrar estratégias para se continuar a desenvolver os eventos e as manifestações culturais, no actual contexto da pandemia, observando sempre as medidas de biossegurança e distanciamento social, para se evitar a propagação da Covid-19.

Publicidade

“Eventos do género devem ser incentivados e deve-se também encontrar soluções para contrapor a inibição da pandemia, porque os artistas necessitam de desenvolver as suas actividades artísticas para o sustento das famílias”, disse.

Jomo disse ainda que vai juntamente com a classe artística procurar trabalhar para se encontrar soluções e estratégias para mitigar alguns dos problemas dos criadores.