Matias Damásio e Yuri da Cunha rendem-se a fidelidade de Bonga


719 partilhas

Os músicos Matias Damásio e Yuri da Cunha, teceram rasgados elogios e reconheceram o papel de Bonga na afirmação da música angolana no mundo, bem como a verticalidade sempre apresentada em prol da defesa da pátria.

Matias Damásio e Yuri da Cunha rendem-se a fidelidade de Bonga

 

Muitas são as felicitações endereçadas a José Adelino Barceló de Carvalho, pela condecoração feita pelo presidente da República, João Gonçalves Lourenço, no último sábado (10). Matias Damásio que no seu novo álbum “Augusta”, na faixa “Semba do Pé”, diz que é amigo de Paulo Flores e o kota Bonga ser da sua confiança, por intermédio da sua página do Instagram, manifestou o orgulho que sente pela condecoração do kota Kuenda, a quem agradece pelos ensinamentos sobre o ABC do Semba.

A mesma satisfação foi demonstrada por Yuri da Cunha, por sinal amigo do artista, de medalha na mão assegura a continuação nos trilhos da “honestidade, verdade e verticalidade” sendo o melhor para trabalhar para o bem do país.

De 76 anos, cerca de 40 dedicado a música, Bonga Kuenda recebeu da mão de João Lourenço, no sábado, 10, a medalha de bravura e do mérito cívico e social, 1.ª classe, no quadro da comemoração dos 43 anos da independência nacional. Autor de cerca de 36 álbuns, um dos quais o melhor do século XX, Angola 72. Em 2014, recorde-se, foi condecorado pelo Ministério da Cultura francês.

 

 

Por: Guilherme Francisco


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

719 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *