Euclides da Lomba:-“Acusamos o Governo quando na verdade, os artistas não sabem gerir o que ganham”


343 partilhas

O consagrado músico e compositor angolano, Euclides da Lomba reconheceu em entrevista cedida a Angop, que possível que existam, em Angola, artistas que vivem da música, porém, vivem do presente não pagam impostos, por isso quando têm problemas,  fica-se à espera que o Governo resolva tudo. 

Euclides da Lomba:-"Acusamos o Governo quando na verdade, os artistas não sabem gerir o que ganham"

Numa longa entrevista, Euclides da Lomba aconselha os músicos angolanos a apostar, cada vez mais, na profissionalização, para que possam, da melhor forma, colher os dividendos da sua actividade e garantir futuro melhor.

“É possível que existam, em Angola, artistas que vivem da música, mas também posso afirmar, com toda a certeza, que vivem no presente. Não pagam contribuições fiscais nem segurança social. Se tiverem um problema grave, e como temos constatado, fica-se à espera que o Governo resolva tudo, e, se este não o fizer, passamos a acusá-lo de nada fazer em prol da valorização dos artistas. Temos o mau hábito de acusá-lo também quando, na verdade, os artistas não sabem gerir o que ganham, para prevenir o futuro.

Muitos de nós vivemos uma vida que não é nossa, na ilusão, e não temos o cuidado de acertar os passos seguintes”, disse o artista.

Quanto ao seu novo disco, Euclides pediu calma aos fãs, mas garantiu que esta para breve.

“Estamos a trabalhar. Acredito que, brevemente, os fãs poderão ter ao dispor um novo produto de Euclides da Lomba. É só uma questão de espera. Sem pressa”.

Euclides da Lomba nasceu a 18 de Fevereiro de 1966, na província de Cabinda. Começou a carreira musical como trovador, em 1984, em Cuba, onde fez a formação académica.

Estreou-se no mercado nacional com o álbum “Livre  Serás”, em 1998, tendo lançado depois os discos “Desejo Malandro”, “Recado num Semba”, “Três Sucessos em Um” e “País que Venero”.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

343 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *