Acabou o vínculo entre os Tuneza e o canal Zap Viva


O grupo de humoristas angolanos “Os Tuneza”, que conquistou vários fãs com o sucesso do talk show “O Cubico dos Tuneza”, e que recentemente anunciou o seu regresso aos palcos confirmou recentemente que já não fazer parte da família Zap Viva. 

 

Em conversa ao AngoRussia, Orlando Kikuassa confirmou que o grupo já não faz parte do canal Zap Viva, por motivos relacionados a não renovaçãodo contrato.

Publicidade

“Assim como todos os contratos existem um prazo de validade, o nosso com a Zap Viva terminou. E nós proferimos não dar seguimento ou renovar”, disse o integrante do grupo.

Quanto as notícias que circulam nos meios de comunicação local, que dão conta de que o grupo assinou um contrato com outra emissora, “Banda TV”, o mesmo disse não existir nenhum tipo de contrato celebrado com a referida cadeia televisiva.

“Nós os Tuneza, não assinamos nenhum contrato com uma cadeia televisiva. Posso apenas dizer que existem propostas postas na mesa para serem negociadas. Ainda não assinamos com ninguém”, assegurou Orlando.

O grupo “Os Tuneza”, foi formado em 2003, inicialmente no teatro, por integrantes do extinto Colectivo de Artes Tuneza, criado em 1999.

No auge da carreira, o grupo chegou a operadora ZAP, com o programa de comédia “No Cúbico dos Tuneza”, em 2017, um reality show que retrata a história de uma família que vive num apartamento T3, no décimo andar, na cidade de Luanda, onde a dona Bolinha interpretada por Cesalty, vive debaixo do mesmo tecto com o marido Filipe Manuel (Costa), um homem pouco intelectual e que vive de muitas memórias, e ainda com o ex-marido falido Adão N’Vuenda (Gilmário), que recorre à lei para poder viver a custa da ex-mulher, e que ainda traz consigo um filho Mauro N’Vuenda (Tigre) de uma outra relação, já com 30 anos, que diz ser alérgico ao trabalho.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *