Filme angolano “Vírus Inesperado” arrebata prémio no Festival de Cinema de Londres


O filme angolano de Henrique Sungo “Vírus Inesperado” venceu o prémio de “Documentário de Curta Metragem”, no “Festival Internacional de Cinema”, em Londres, na edição de 2020.
Inicialmente, o filme do angolano, estava incluído na categoria de “Documentário de Curta-Metragem Pandemia Global” por conta do que retrata, mas mudou de categoria nos últimos momentos e passou e estar inserido numa mais abrangente, “Documentário de Curta-Metragem”.

Por conta da pandemia, não terá uma gala para galardoar os vencedores, mas no dia (23) ocorrerá um encontro online na plataforma Zoom, para a celebração, e os certificados vão ser entregues por correio electrónico.

O autor do projecto, Para Henrique Sungo, reagiu a conquista ao dizer: “Eu e o meu companheiro fizemos um trabalho de enorme qualidade. Sempre tivemos a certeza que haveria de criar um grande impacto e por isso acreditamos que o resultado seria positivo”, frisou.

O filme “Vírus Inesperado” contou com a participação de Henrique Sungo (produtor) e do santomense Felipe Anjos (editor). O projecto retrata o impacto do novo coronavírus na comunidade Palop no Reino Unido, e tem a duração de 17 minutos e 30 segundos.

Publicidade

Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *