Scró Que Cuia fala sobre seu relacionamento com o pai: “apesar de nos abandonar eu lhe ajudo”


Após a polêmica notícia divulgada por Dj Znobia que dava conta de que o pai do músico Scró Que Cuia estava prestes a ser despejado da residência alugada onde reside por falta de pagamento, o autor do sucesso ‘Menino Malandro’ veio a público por intermédio de um directo (live) realizado na sua conta do Instagram, contar a sua versão sobre a conturbada relação que mantém com o seu progenitor desde os 8 anos, quando foram abandonados pelo mesmo.

Scró Que Cuia que se tornou um dos temas mais comentados da semana passada nas redes sociais, por causa da mensagem partilhada por Dj Znobia, falou pela primeira vez sobre o tema em um directo feito no seu Instagram, onde aproveitou entre lágrimas e lamentações demostrar a sua tristeza com a actual situação de seu pai e contou o que motivou o mesmo o progenitor a tomar tal atitude.

Publicidade

“O meu pai tomou essa atitude porque ele havia me pedido uns valores e eu ainda não tinha no momento por isso é que ele saiu a falar mal de mim, mas eu como filho apesar de ele nos ter abandoado quando eu tinha  8 anos de idade sempre que lhe posso ajudar eu faço”, contou o cantor.

O artista que já algumas vezes havia abordado sobre a sua infância sofrida, contou que após terem sido abandonados para ajudar a mãe e os irmãos, muitas das vezes se viu obrigado a ‘entrar na via’ para terem o que comer uma vez que quando procuravam pela ajuda do pai, a esposa do mesmo lhes expulsava.

“Já tive que entrar na via para poder sustentar a nossa casa inúmeras vezes, teve tempo que íamos fazer visita ao nosso pai, mas a mulher dele nos expulsava, ela falava que a nossa mãe nos dava feitiço”.

Depois da emoção tomar cantor e devido ao elevado número de comentários, Scró foi convidado por alguns dos seus colegas de profissão a abandonar o directo para evitar mais desgastes ao abordar sobre o tema.

 

Por: Alexandre Carvalho


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *