Samara Panamera tenciona promover uma marcha contra a ‘jarda’


A kudurista angolana Samara Panamera, que até pouco tempo teve de ser submetida a uma intervenção cirúrgica nas nádegas devido a ‘procedimentos estéticos’ (vulgo jarda), esteve nesta segunda-feira (19) de Agosto, no programa “Viva Tarde”, onde falou de diversos assuntos, dentre os quais, explicou um pouco sobre as complicações que teve ao longo destes três meses, tendo revelado que tenciona promover uma marcha contra  a ‘jarda’ em breve em companhia de seu doutor e outras pessoas. 

Samara Panamera tenciona promover uma marcha contra a 'jarda'

“Eu pretendo fazer, uma entrevista a esclarecer o que aconteceu na realidade. Eu vou tentar um pouco aqui no Viva Tarde, para muitos o ‘bumbum da Samara rebentou’. Não o meu bumbum não rebentou, não tive problemas com o bumbum se assim como as pessoas estavam a dizer, o meu problema era na coxas que estava a impossibilitar-me de andar, fizemos muitos tratamentos, tanto mais que o meu medico pensou que fosse algo normal, e eu pensei que fosse algo normal, porque eu cantava normalmente, e sempre que subisse ao palco a dor passava e quando saísse a dor voltava com uma pressão que não têm noção”, começou por dizer.

A kudurista continuou por esclarecer que as complicações, inicialmente, eram devido algumas bactérias  que teve nas coxa e levou a criar celulites que criou pus, e adiantou também, que na próxima quinta-feira, dia (22) do mês em curso, acompanhada do seu médico, irá abordar ainda mais sobre o seu caso e todo o processo de recuperação.

“Segundo o doutor, eu comecei a ter problemas de celulite, por causa da tal famosa ‘pica’, tive bactérias e aquilo começou a dar algumas celulites e depois começou a criar pus e não tinha um sitio para o circular ou neste caso sair, não tive feridas, furúnculo. Consoante a medicação toda que eu fiz, depois de levar quase 30 picas de muito comprimidos, nada dava certo só piorava, depois de meter todas as maquinas, a ultima vez que fui para ser operada e ele me disse que já não possos sair da clinica, foi ai que o doutor disse que teríamos de procurar uma forma de provocar para tentar abrir e para deixares de sentires dores, porque chegou um tempo que já não conseguia andar, tanto mais que tive que andar de cadeiras de roudas. Foi então que o doutor pegou, ao invés de cortar na perna ou na coxa que tinha o problema, preferiu fazer uma operação a lazer, um cortezinho no bumbum e meteram as maquina para retirar o pus e foi ai que aconteceu, mas para muitos foi porque rebentou contaram. Mas na quinta-feira vamos ter uma entrevista onde o doutor vai explicar melhor, vamos orientar muita gente porque estou nessa e vou fazer  mesmo uma marcha contra a ‘famosa jarda’, porque não tenho vergonha”, explicou.

Samara recorreu a uma rede social para anunciar que está de volta, após três meses ausente dos holofotes, e agradeceu ao povo angolano pelo apoio.

“3 meses ausente dos palcos, das cadeias televisivas, dos shows … mas presente na boca dos que se manifestaram e demonstraram quem realmente são “amigos, e falsos ” muitas máscaras caíram e também muitos abraçaram.  Para a tristeza e alegria de muitos. Cheguei Anti-bala. Panamera! Obrigada povo angolano pela força e carinho que têm por mim”, escreveu.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *