R. Kelly tem pedido de liberdade negada, músico vai continuar preso


O músico norte-americano R. Kelly declarou-se nesta terça-feira (16) de Julho, inocente de uma série de acusações federais de supostamente comandar um esquema para forçar mulheres e meninas a sexo com ele e outros. No entanto, um juiz negou o seu pedido de liberdade sob fiança.

R. Kelly tem pedido de liberdade negada, músico vai continuar preso
Foto: E. Jason Wambsgans/Chicago Tribune via AP/Arquivo

De acordo com a imprensa internacional, um juiz federal disse que o principal motivo para a negação da fiança seriam acusações de obstrução de justiça, que integram uma denúncia de múltiplas acusações revelada na sexta-feira (12) em Chicago e Nova York.

“[O Kelly] tem uma capacidade única de intimidar as testemunhas e as vítimas, e isso continua até aos dias de hoje”, disseram.

Algemado com e a usar uniforme laranja de presidiário, em uma audiência em um tribunal federal, R. Kelly se declarou inocente e respondeu “sim, senhor” a todas as perguntas do juiz distrital Harry Leinenweber.

“Kelly representa perigo extremo à comunidade, especialmente a meninas adolescentes”, disse o procurador federal Angel Kroll. “Mr. Kelly cometeu extensiva obstrução de Justiça”.

Procuradores apresentaram 18 denúncias contra o artista vencedor do Grammy, com alegações de que ele teria uma comportamento predatório sobre adolescentes e jovens mulheres por décadas, tendo cometido uma série de actos sexuais forçados.

Kelly e sua equipa são acusados de pagarem centenas de milhares de dólares em propinas, usando intimidação e até oferecendo um carro para uma vítima para ela ficar em silêncio, atos que fazem parte das acusações de obstrução de Justiça.

O artista foi então condenado a ficar preso sem fiança até aos julgamentos. E, se for condenado, pode enfrentar 195 anos de prisão.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *