Petra Gama fala sobre experiência com preconceito ao responder comentário de Tchizé dos Santos


Petra Gama, reagiu neste domingo, 19 de Setembro, à um comentário de Welwítschia dos Santos em que a empresária afirmou que “a Revista Caras era para pessoas lindas e com estilo”, padrões que de acordo a mesma o humorista Costa Vilola não tinha na época. Após identificar-se com a situação, a apresentadora aproveitou para falar sobre a sua experiência com preconceitos quer na TV como em revistas angolanas. 

Actualmente a residir em Portugal, Petra fez questão de enunciar através de uma publicação feita nas redes sociais os desafios e barreiras que teve de enfrentar na época e que sonhava em ser apresentadora em Angola, ressaltando que teve de aprender a se impor diante  da sociedade e do mundo a fim de mostrar  que a audiência era muito mais do que “um corpo bonito”.

Publicidade

“Já passei por isso várias vezes. Tive de mostrar que sou cisne e não pato feio, de bónus assumi que era baleia e não carapau para perceberem aonde está a força do oceano…! A minha sorte é que sempre soube me impor diante a sociedade e o mundo, mostrando que sou muito mais que um corpo. Em Angola infelizmente tem disso e eu vivi na primeira pessoa em TV, e revistas. Foi então que rapidamente mostrei que eu não perdia nada e sim quem achava que audiência só se faz com corpo bonito ou pele clara (Angola)”, partilhou Petra Gama.

Petra lembrou ainda das dificuldades que teve quando decidiu expandir o seu projecto sobre a obesidade em Angola e  aproveitou para deixar um conselho ao humorista Costa Vilola usando uma frase de reflexão: “Os que te puxam o tapete são os que voltam a estender para te ver desfilar”.

“Todos esses estigmas fizeram de mim a máquina que me tornei. Quando em 2016 comecei o projecto obesidade 0 em Angola fui ignorada por mídias porque achavam que Obesidade era defeito e não doença. Mas não desisti e hoje ajudo milhares de pessoas pelo mundo a olharem para si mesmas antes de serem julgadas pelo seu biótipo. Por isso meu Amigo @costa_tuneza aprenda a lição que os que te puxam o tapete são os que voltam a estender para te ver desfilar”, disse a apresentadora.

Consequentemente, a empresária Tchizé dos Santos rebateu o comentário da comunicadora referindo que, nunca terá ambicionado o lugar da modelo Sharam Diniz como capa da Vogue, porque sempre reconheceu que aquele não era o seu lugar, mencionou ainda o quão importante é cada um aceitar que nem todos os lugares cservem para todos.

 

“@petregamaofficial eu nunca ambicionei ser capa da Vogue porque sei que lá não é o meu lugar e sim da @sharamdiniz. Temos que aceitar que nem todos os lugares são para todos nós. Infelizmente eu não posso querer competir em termos de beleza e actividade com a minha filha adolescente”, respondeu a Tchizé.

Importa lembrar que Petra Gama é uma das mulheres angolanas que esteve sempre na linha da frente a lutar pelas causas que envolvem auto-estima das mulheres acima do peso.

Por: Sofia Adelino


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *