Neide Van-Dúnem conta que na sua família nascer mulher é um privilégio


Neide Van-Dúnem partilhou nesta segunda-feira, (08) de Março, com amigos e fãs que na sua tribo (família) as mulheres são respeitadas pela sua opinião e posicionamento independentemente do tom de pele.

Em alusão ao dia internacional da mulher, a actriz fez saber que a sua família é composta por mulheres de várias religiões e cores, que cresceram com a noção de que a felicidade dependia apenas delas, sendo independentes e criativas.

Publicidade

“Na minha tribo(família), as mulheres são ensinadas a ser independentes e criativas, elas já crescem sabendo que a sua felicidade depende apenas, da sua dedicação aos seus sonhos. Na minha tribo nascer mulher é um privilégio pois queremos todas ser parte deste mundo único e maravilhoso que é o universo feminino. Na minha tribo tem mulheres de todas as cores e religiões, respeitadas pela sua opinião e posicionamento! Na minha tribo somos mulheres, mulheres Africanas que se amam umas as outras como a si mesmas e a cada novo membro o amor multiplica. A minha tribo está a espera de mais uma princesa, a princesa Ohana, e ela já tem o lugar dela e um conjunto de tias prontas para passar o testemunho do é ser mulher na nossa tribo!!! Feliz dia da mulher internacional”.

Por: Ester Mendes


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *