“Me tornei uma das referências de dança em Angola”, afirma Tássio José


O jovem bailarino Tássio José, de 27 anos, natural da província de Luanda, tornou-se recentemente no campeão do concurso de dança promovido pelo canal de Televisão Zap Viva, Bai Dança com Ritmo, em entrevista, contou como está a viver esta fase e revelou os planos que pretende concretizar com o prémio máximo.

Tássio José, que já desempenha a função de bailarino há alguns anos, tem aproveitado ao máximo esse período pós programa, com a família, pois com a fase de pandemia que o mundo vive, o programa exigia que os participantes estivessem confinados afirmou que a pior experiência que viveu foi acordar cedo todos os dias.

Publicidade

O bailarino viveu experiências inesquecíveis no programa que pretende carregar para a vida e sente que se tornou numa das referências em termos de dança no país, o que vem acrescer a sua responsabilidade  como fazedor da arte.

O artista recebeu diversos prémios e um deles é um estágio na Companhia de dança da Zap, que vai servir para melhorar a sua qualidade técnica e performática, por agora ainda não apareceram muitos trabalhos mas está aberto a propostas.

Com o prémio monetário de Um Milhão de Kwanzas, Tássio pretende investir na construção do seu estúdio de dança.

“Eu pretendo ser reconhecido no mundo, pelo que sou bicampeão africano de danças urbanas e  vencedor do BAI Dança com Ritmo, só me resta conquistar o mundo”.

Tássio enalteceu o trabalho desempenhado pelos jurados, mas em especial os da professora Ana Clara Guerra Marques pois a  considera a maior referência em dança contemporânea em Angola, um dos estilos que o bailarino experimentou no concurso que o fascinou bastante pela diferença de movimentos, o que aumentou o seu repertório.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *