Dicla Burity revela sonho de infância:-“Quando era criança sonhava em ser bailarina”


A actriz e apresentadora Dicla Burity, uma das mulheres dada às artes, revelou recentemente o seu maior sonho de infância, e deixou o público surpreendido .

Em um vídeo em que a actriz aparece a dançar ao lado da família, a apresentadora destacou que o seu maior anseio era dançar ballet clássico, por acompanhar programas de televisão que mexiam com as suas veias na época.

Publicidade

“Que engraçado, quando eu era criança sonhava em ser bailarina, queria frequentar a academia de música e aprender a dançar ballet clássico!!! Adorava ver “clube de jazz” da TPA que era o último programa da grelha, só para ver as apresentações de ballet. Sonhava em ser muitas coisas e dança era uma das artes que amava, em todas as festinhas de família era e continuo a ser a rainha da rodinha da pista de dança”, disse.

Actualmente, Dicla diz que vê o seu sonho a ser transferido para a filha, que também consegue ter uma inclinação para dança e reforçou que tem incentivado e apoiado a mesma, para torna-la em uma bailarina e conseguir vencer seus medos.

“E em casa ou entre amigos o meu corpo fala através dela. Agora vejo isso nela, a artista Aruna passa a vida a dançar, adora movimento, desporto e acrobacias Ela é bailarina na casa das artes Luanda onde faz ballet e hip hop e não foi preciso forçar nada, ela herdou este sonho e quer muito representar Angola como melhor se expressa, a dançar pelo mundo. E eu, claro que apoio, incentivo, ajudo-a a vencer os seus medos, a timidez e a dar-lhe as ferramentas para se libertar no seu propósito. Adoro vê-la dançar, dançamos juntas, eu aprendo um pouco e passamos tempo de qualidade. Digo-lhe para acreditar nos seus sonhos e voar que tudo é possível. Hoje tivemos este pequeno momento. Vim partilhar com vocês. Criem boas memórias com quem amam e motivem os seus sonhos”, completou.

Oriunda de uma família de artistas, Dicla recebeu o convite da TPA para protagonizar “Vidas Ocultas”, a primeira mini-série angolana, depois seguiram-se “Entre o Crime e a Paixão”, “113”, “Sede de Viver” e “Conversas no Quintal”. Na área da apresentação, foi o rosto do programa “Domingo a Mwangole”, um sucesso da televisão angolana e “Big Brother Angola 2015”. Recentemente foi nomeada como “Jovem Embaixadora Para Paz em Angola”, pela organizações internacionais “Universal Peace Federation” e  “Youth and Students for Peace”.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *