‘Dia da mãe’: Elisângela Gomes revela que foi abandonada com meses pela sua


282 partilhas

Num dia em que várias pessoas, um pouco por toda parte do mundo comemoram o ‘Dia das Mães’, a apresentadora Elisângela Gomes surpreendeu a todos ao revelar que foi abandonada com meses pela sua progenitora, fruto dos maus tratos que a mesma sofria por parte do falecido pai da cantora.

Em uma publicação que apanhou desprevenido os seus milhares de seguidores, vários se emocionaram com a triste história de vida de Elisângela Gomes de 24 anos, revelou que a mãe lhe abandonou muito cedo, não lhe dando oportunidade de a conhecer, mas deixou claro que por mais difícil que seja, entende as suas razões e lamentou que o destino lhes tenha separados até a presente data.

“Antes que o dia termine eu gostava de desejar um Feliz dia das Mães para todas aquelas que cumprem com o seu papel e que fazem mais “do que dar a luz”. Infelizmente não te tenho por perto Mãe, deixaste-me muito cedo pois não aguentavas com os maus tratos do meu falecido Pai e por mais difícil que seja eu entendo-te e até hoje o destino nos separou”, começou por dizer.

Elisângela que disse ainda ser difícil viver sem ter notícias da sua mãe, revelou que já esperou por ela em vários momentos da sua vida, mas infelizmente a mesma nunca apareceu.

“Às vezes é tão difícil sorrir sem saber se tu “em qualquer parte do mundo que estejas” também estejas a sorrir… Mas busco forças em Deus, o único que entende até o meu silêncio. Esperei por ti em tantos momentos da minha vida mas tu nunca apareceste e não sei se estás em vida ou até mesmo bem. Escolhi essa foto para agradecer-te pelo produto e para dizer-te que é sorrindo que eu enfrento os dias bons e maus. Bom, para todos aqueles que conhecem essa dor eu só desejo que sejam fortes”, escreveu Elisângela.

Ao AngoRussia, a apresentadora que confirmou que depois de ter sido abandonada nunca mais voltou a ter notícias da mãe, mas mostrou-se feliz e positiva por ter tido a sorte de ser criada por três mulheres guerreiras que lhe ensinaram tudo e a transformaram na mulher que é hoje.

“Tive comigo três mães guerreiras (São; Cláudia e Odeth) que me ensinaram tudo o que hoje sou e à elas eu muito agradeço”, contou.

O Dia da Mãe é uma data comemorativa que homenageia anualmente a figura familiar materna (mãe) e a maternidade. A data de comemoração varia de acordo com o país. Em Angola e nos PALOP é comemorado no primeiro domingo do mês de maio enquanto no Brasil e nos EUA no segundo domingo do mês de maio.

 

PUB

Gostou? Partilhe com os teus amigos!

282 partilhas

Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *