DaWanny Revela que gostaria de ser valorizado pelo que faz: -“Como Jorge Antunes, Ernesto Bartolomeu e Marcos Mion”


O apresentador angolano, DaWanny, revelou recentemente que gostaria de ser lembrado como uma lenda da televisão, enquanto falava sobre como surgiu o gosto pela comunicação social numa entrevista cedida ao AngoRussia.

O primeiro rosto do programa “Na Placa”, fez saber que a paixão pela comunicação surgiu exatamente no momento em que começou a trabalhar para Zap, uma das maiores emissoras do país.

“O gosto pela comunicação surgiu quando comecei a fazer os primeiros trabalhos para a Zap como produtor no Girabola”, contou.

Dawanny disse ainda que a sua meta no mundo da comunicação social, é ser valorizado pelo que faz, e se tornar uma lenda como os conceituados jornalistas angolanos, Ernesto Bartolomeu, o astro da televisão brasileira Marcos Mion, e o coordenador da Zap estúdio, Jorge Antunes.

“A minha maior meta na comunicação é ser valorizado pelo que faço, pelas rubricas, jogos e agora programas que escrevo. E uma lenda da TV como Jorge Antunes, Ernesto Bartolomeu e Marcos Mion”, mencionou.

No que diz respeito a criação do programa “Na Placa” que outrora era apenas uma rubrica apresentada pelo mesmo, Dawanny explicou que o nome foi ideia da direcção da emissora para qual trabalha, e que passou a tornar-se um programa por conta da consistência do mesmo.

“A ideia foi da direção do Zap estúdio, usar a marca ‘Na Placa’ para um programa, por causa da força que tinha a rubrica. O programa foi escrito por mim com a ajuda da minha equipa”, revelou.

Dawanny considera o programa uma diversão e não um desafio, sendo que não é a primeira vez que está no comando de um programa.

“Não estou a encarar a programa ‘Na Placa’ como um desafio, mas como uma diversão, não é o primeiro programa que faço, fiz um ano no Tá a Bater Show”, frisou.

Para o apresentador, a interação com os outros colegas os quais considera seus irmão, tem sido das melhores, pois, não tem nenhum segredo para si.

“Não tive nenhuma dificuldade, o “Na Placa” é o meu filho mais novo, não tem nenhum segredo para mim. A convivência é fantástica, somos cinco irmãos”, disse.

Para concluir a sua abordagem DaWanny explicou que apesar de gostar de estar em estúdio, considera-se melhor nas reportagens.

“As pessoas amam o DaWanny nas ruas, está a ser bom estar em estúdio, mas não posso prender o melhor repórter de todos os tempos. Sou o mais fera na rua”, concluiu.