Bruna Sousa sobre o Zap News: “Daniel tirava-me o protagonismo”


2k partilhas

Vários meses após a sua saída do canal Zap Viva que alegou por meio de uma nota submetida a imprensa que, por motivos estratégicos internos ao canal, o programa Zap News,  passaria a ser apresentado somente por Daniel Nascimento, Bruna Sousa resolveu contar a sua versão dos factos. Convidada para edição deste domingo (17) de Fevereiro no live dos “Hanormais”, a ex-apresentadora falou sobre diversos assuntos, entre eles, sobre os seus novos projectos em carteira, bem como aproveitou a ocasião para revelar que sentia que Daniel Nascimento a tirava o protagonismo, e por culpa sua foi despedida do programa que comandou durante  5 anos.

Bruna Sousa sobre o Zap News: "Daniel tirava-me o protagonismo"

“Quando ele chegou no programa com a sua experiência, acabou por me tirar o protagonismo, por isso, as vezes ficava no meu canto”, começou por dizer. “Eu já andava insatisfeita, não quero parecer vitima, não fui vitimizada, cada um (o canal e ela) teve a sua parte de culpa. Eu já andava cansada por algumas coisa, por vários motivos, salário, pessoas, energias negativas. Eu andava insatisfeita, andava-me sempre a queixar, então os meus familiares que me viam a reclamar me pediam para sair, (meus amigos, minha mãe). Apesar de estar insatisfeita, prendia-me os 5 anos de casa, por ser a primeira apresentadora da canal. Já que eu não consigo mas ao mesmo tempo, ando insatisfeita, eu fiz com que fosse despedida, tinha que ir apresentar o programa, porque o Daniel estava de férias, então fui de facto ao Mussulo neste dia de manhã, com a consciência de que vai chegar a hora e vou trabalhar, porque com o tempo fui ganhado essa responsabilidade. Já fui irresponsável, mas depois fui aprendendo a gerir. Fui ao Mussulo de manhã com a intenção de ir trabalhar depois, entretanto, bateu-me uma cena, liguei para a minha mãe antes de qualquer coisa e disse ‘mãe estou cansada e não quero ir trabalhar’, minha mãe me disse ‘Bruna Alexandra as coisas não são assim, vais trabalhar e depois põe a tua carta de demissão, eu pensei e disse nunca vou conseguir por a minha carta de demissão, 5 anos não são 5 dias, não é brincadeira, insisti com ela, Bruna Alexandra, tu tens noção que podes ser despedida, sabes qual é a consequência disso depois, te conheço sei que depois vai ficar em baixo, pensa bem’ eu disse, assumo o risco”, contou a ex-apresentadora do Zap News.

Bruna, continuou por dizer embora saber que já ouve outras tantas tentativas para ser despedida, naquele dia não havia como trabalhar porque a jovem que andava consigo caiu em um bugie e partiu o braço, pois teve de acompanha-la ao hospital, mas que ligou 1 horas antes para avisar que não iria trabalhar, mas sua coordenadora (Bela) ligou insistentemente, mas ela limitou-se a não atender os telefonemas de ninguém da Zap porque já sabia que iria ouvir ‘bafos’. Então meteu-se a jeito de ser despedida.

“A Zap não é culpada em tudo por eu ter chegado a exaustão, aquele formato de programa de que a bem ou mal tinha que sair, o Zap News, é informação muito invasiva da vida das celebridades, ao longo do tempo aquilo foi me dando cabo, não era minha paixão, principalmente aquele programa, deixou de ser o meu programa, mau salário, a energia das pessoas, começou a entrar muita gente que me metia muito olho e nos dois últimos anos estava a viver deprimida. Sai de Zap em Fevereiro, em menos de 1 mês comecei a engordar, antes disso, fiquei 1 ano a tentar engordar e nada, estava a viver deprimida, sob pressão. Arrependo-me de ter feito as coisas como fiz, porque a bem ou a mal, quem saiu como a maluca, a bêbeda fui eu”, revelou.

Bruna Sousa que agora vai estrear seu novo programa no seu canal do YouTube intitulado “Nada a ver by: Bruna Sousa”, concluiu ao recordar que depois do sucedido com a menina, no dia seguinte retomou ao trabalho como o habitual, e quando se preparava para entrar no ar, foi avisada de seus superiores precisavam conversar consigo.

“Acordei fui trabalhar normal, estava a me preparar quando, avisaram-me que queriam conversar comigo sempre tive consciente que me haviam despedir, mas não daquela maneira, sai da sala de maquilhagem, me deixaram vestir e fazer maquilhagem, acho que deveriam-me ter ligado e avisar ou não me deixar ir trabalhar, foi força de Deus que eu não sai de lá a chorar”, concluiu.

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

2k partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *